O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

TEMA: O desafio da alimentação saudável na prevenção de doenças
Ao analisar a profundidade do movimento literário modernista brasileiro, Cecília Meireles ganhou destaque com suas análises metafóricas da efemeridade do tempo nas conjunturas contemporâneas do homem. Não distante dessa observação, a preocupação da sociedade atual com o futuro em detrimento do passageiro presente corrobora para um grande desafio no que tange à alimentação, uma vez que não há investimentos preventivos e a sociedade carece de ações político-sociais capazes de evitar o desenvolvimento de doenças geradas pelos hábitos desregulados.
É fundamental analisar, em primeiro lugar, a origem desse desleixo alimentício. Consoante a Schopenhauer, o ser humano é movido pelos desejos e ambições, sendo o prazer oferecido pelos estímulos sensoriais do paladar um dos maiores perigos do século XXI. Essa busca descontrolada pela dopamina, liberada ao ingerir alimentos gordurosos ou ricos em açúcares, é responsável pelo desenvolvimento de ciclos viciosos e de compulsões alimentares responsáveis pelos altos índices de obesidade no mundo. Com isso, é possível inferir que não há medidas governamentais suficientes para a regulação eficaz da indústria alimentar no contexto atual.
Ademais, convém ressaltar as enfermidades desenvolvidas pela alimentação desregulada. Com produtos industrializados de fácil alcance, a ingestão de alimentos ricos em sódio e carboidratos é estatisticamente comum na rotina da população. Dessa forma, com mais de a metade da sociedade brasileira acima do peso ideal, segundo o IBGE, é alarmante o crescimento quase exponencial de doenças como diabetes, hipertensão e problemas cardíacos. Para tanto, transtornos psicológicos são, também, alarmantes, uma vez que há muitos casos depressivos gerados por problemas de autoestima e aceitação do próprio corpo.
Fica evidente, portanto, que a contemporaneidade enfrenta sérios dilemas de saúde originados pela alimentação inadequada e precisa de medidas profiláticas para solucioná-los. Para isso, é fundamental a atuação do Ministério da Saúde na projeção de reformas no sistema alimentar da sociedade, buscando um estímulo tributário para empresas alimentícias que visem produzir alimentos saudáveis, além da ampliação campanhas gratuitas nos postos de saúde para checagens eficientes das condições da população, como testes para hipertensão, e para informar os cidadãos sobre os riscos trazidos pela alimentação irregular a fim de responsabilizar e auxiliar a sociedade. Por fim, as prefeituras podem desenvolver parcerias com as associações trabalhistas e escolares para programas de alimentação saudável para todos com o intuito de, enfim, haver um comprometimento maior com o presente para a construção de um futuro digno, responsável e contemplado pela renomada poetisa moderna.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!