O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

O filme Wall-E deixa explícito um futuro não tão distante: montanhas de lixo, ar com altos índices de gás carbono e mares poluídos de plástico. Uma terra hostil em que a vida luta para sobreviver. Nesse contexto, um dos maiores desafios do século XXI é a relação do avanço cientifico com a preservação da vida na Terra, visto que o homem usa a ciência para se beneficiar, porém descuida da grande variedade de vida existente. Assim, a relação da problemática atua de forma conjunta e divergente como os avanços produtivos na biologia e a possível extinção em massa da biodiversidade.
Em primeira instância, a ciência é favorável em mudanças progressistas pelo grande poder em prolongar o tempo de vida. Conforme o IBGE, de 1960 até 2017, a vida média do ser humano aumentou cerca de 40 anos. Nessa perspectiva, avanços na medicina e na agricultura, a criação da penicilina e a modificação genética de grãos, respectivamente, permitiram que a expectativa de vida dos seres humanos dessem um grande salto nas últimas décadas, já que há um melhor combate as doenças e uma melhor distribuição dos alimentos.
No entanto, a grande poluição e a demanda de recursos naturais prejudica o planeta, principalmente quando é feito irresponsavelmente. Segundo a IUNC (União Internacional para Conservação da Natureza) aproximadamente 23 mil espécies de plantas e animais estão ameaçadas de extinção, devido às ações de interferência humana. Dessa maneira, o descuido da natureza e o uso inconsciente da terra fazem parte de um grande ciclo poluente, com a grande extração de matéria-prima e o mau descarte dos produtos industrializados, que afeta diversas espécies colocando-as em perigo, além de que outras já estão extintas pelo homem.
Contudo, a maneira que usa-se a tecnologia no século XXI poderá acabar ou salvar a vida no planeta. Dessa forma, é preciso que o governo invista em laboratórios, através de bolsas para cientistas, para criar plásticos biodegradáveis e outros produtos solventes em água, pois ao descartar o produto na natureza será mais fácil degrada-lo e preserva tanto o meio ambiente quanto os seres habitantes nele.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!