O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

O USO DO CELULAR EM SALA DE AULA
Com o avanço técnico-científico e a indústria obsoleta perceptiva, a produção de tecnologia torna-se, cada vez mais, frenética. Nesse sentido, os celulares, agregados com a globalização, passaram a ser acessíveis para os cidadãos brasileiros, de modo que os estudantes incluem esses aparatos nas salas de aula. Entretanto, tanto a infração das instituições familiares em não designar limites para o seu uso, quanto à ausência de regras e ações criativas para o seu emprego na sintetização de conhecimento, desqualifica a capacidade desses na promoção da educação.
Conforme Émille Durkheim as condutas humanas são caracterizadas por um conjunto de regras morais construídas pela sociedade. Desse modo, é notório que a utilização de tais dispositivos sem a aplicação de condições interfere negativamente na aprendizagem dos estudantes. Nessa conjectura, as instituições familiares falham, visto que não ensina-lhes como usa-los de maneira adequada, isto é, nos instantes oportunos das aulas quando solicitado pelos professores. No entanto, na maioria das vezes, as instituições de ensino não apresentam profissionais de ensino qualificados para a inclusão de tecnologia nas atividades escolares, corroborando a problemática.
Nesse contexto, Paulo Freire, reconhecido pedagogo brasileiro, dize que os professores são os responsáveis por fomentar e produzir conhecimento. Assim, é perceptível que quando as universidades ou faculdades não formam profissionais atenuados ao mundo digital, proporcionando-lhes uma visão pedagógica positiva acerca do uso desses aparatos, imputa em atritos na área de ensino. De forma que obstaculiza o rendimento de tal ferramenta, a qual, de fato, pode estimular os estudantes a quererem adquirir pressupostos intelectuais e humanísticos, não somente para a futura vida profissional, mas também em sociedade.
Infere-se, portanto, que para inserir os celulares nas salas de aula e qualifica-los como artifícios de aprendizagem são necessárias medidas. O Ministério da Educação concebe em decretar obrigatoriedade nos cursos de licenciatura e pedagogia o desenvolvimento de estágios e apreensão de matérias que trabalhem com a inserção digital, a fim de que os professores promovam o conhecimento a partir desses aparatos, como, aprender matemática por meio de jogos. Ademais, as famílias devem educar os seus filhos para respeitarem as regras no que se diz respeito ao uso desses nos instantes corretos. No intuito, de que a tecnologia científica possa avançar, agregando resultados para a educação do Brasil.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!