O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Tema: "A indústria da cirurgia plástica no Brasil"

Na busca por uma aparência idealizada, muitos jovens chegam a se impor comportamentos de risco, como regimes severos e excesso de exercício físicos. Diante dessa imposição social, a procura por cirurgiões plásticos no Brasil, sobretudo por adolescentes, aumenta exponencialmente. Desse modo, um dos principais problemas desse agravante é a omissão dos pais, bem como o comportamento pouco ético, em boa parte, dos médicos plásticos.
Nessa linha de raciocínio, insatisfeitos com o próprio rosto ou corpo, e sentindo-se inseguro com as mudanças corporais e psicológicas que atravessam, cada vez mais jovens procuram os consultórios dos cirurgiões. Dito isso, a cada 100 brasileiros submetidos à cirurgias plásticas no Brasil, 15% têm idade entre 14 e 18 anos, segundo estatísticas da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). No entanto, mesmo diante desses fatos, devido também à facilitação de créditos aos consumidores por parte dos Governos nas últimas décadas, pais apoiam seus filhos a recorrer a um profissional da área para resolver um suposto problema de aparência. Logo, além de ser um comportamento cultural, esse problema passa por negligência familiar
Analisando em outra perspectiva, porém, o aspecto psicológico também é de suma importância na hora de decidir pela realização ou não do procedimento cirúrgico. Nesse sentido, pacientes procuram cirurgiões plásticos para atingir resultados e objetivos desejados. Entretanto, muitas vezes, esses estão fora do alcance da operação estética, conseguintemente, devido a não recomendação de um psicólogo, em significativa parte, pelos médicos antes do processo clínico. Ou seja, isso leva a operações desnecessárias, assim, evitáveis se houvessem acompanhamento conjunto desses profissionais.
Portanto, medidas são necessárias para solucionar esse problema. Fica a encargo dos Conselhos Regionais de Medicina (CRM), pois, elaborarem seminários, por meio de reuniões periódicas dos principais representantes do âmbito cirúrgico e psicólogo, isto é, esses trabalhariam em conjunto a fim de convencer pacientes a desistirem de cirurgias desnecessárias.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!