O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Observando às últimas décadas, nota-se que o Brasil adquiriu uma carga artística muito rica. Isso se deve, principalmente, a Semana de Arte Moderna -ocorrida e apresentada ao público em 1922- que trouxe a possibilidade de expressar acontecimentos e atualidades brasileiras por meio da arte. Desse modo, convém analisarmos dois impactos dessa grande conquista, sucessivo de uma possível sugestão para resolução do tema.
Inicialmente, repara-se que às últimas exposições, como "Queermuseu- Cartografias da Diferença na Arte Brasileira", promovida pelo Santander Cultural em Porto Alegre, repercutiu nas redes sociais, gerando polêmica. O assunto abordado foi considerado, pelos internautas, explicitado de forma inadequada e ofensiva, devido ao público alvo e as crianças participantes diretas do evento, por deixá-las totalmente sujeitas as obras, intitulados pelo Movimento Brasil Livre, pedófilas, zoófitas e profanas.
É indiscutível o poder de influência que a arte exerce na sociedade. Portanto, é de suma importância que limites sejam estabelecidos a fim de respeitar todas as culturas e etnias, promovendo o equilíbrio entre as representações artísticas e a moral social. Através da conscientização pessoal, é possível reduzir drasticamente o número de ofensas e desrespeito encobertos por movimentos de arte.
Logo, medidas devem ser aderidas a fim de sanar a objeção. Órgãos governamentais, como o Ministério da Cultura pode, com sua autonomia, filtrar e selecionar os conteúdos manifestos nas obras artísticas exibidas, exigindo uma pauta da forma como os assuntos serão abordados nas maiores apresentações de nível nacional. Espera-se, assim, garantir a liberdade de expressão do indivíduo bem como abrandar os casos de desrespeito derivados do abuso desse mesmo direito, a liberdade.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!