O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

A importância das ações afirmativas baseia-se na Constituição Federal brasileira, visando promover a construção de uma sociedade justa, livre e solidária. Com isso, a intolerância e a pobreza são parâmetros, que exigem a necessidade dessas políticas, pois ferem os desejos constitucionais.
Em primeiro lugar, é evidente que as políticas afirmativas têm o interesse em combater a desigualdade histórica. No entanto, em função do preconceito contra as minorias, encontram dificuldades. Isso ocorre devido à construção de um estigma sobre um grupo menos favorecido, como os índios, negros e as mulheres. Dessa forma, a dificuldade em combatera desigualdade é derivada da intolerância, que impede a realização de ações solidárias, pois como já dito por Albert Einstein, é mais fácil desintegrar um átomo do que o preconceito enraizado.
Cabe apontar também o papel da pobreza nesse processo. O fato do brasil, em 2014, ter saído do Mapa da Fome, mostra que, sob uma perspectiva social, o país encontra-se em boas condições. Entretanto, a necessidade de políticas públicas, em prol da cidadania, é de extrema importância, porque essas são um dos motivos do êxito no combate à fome. Sendo assim, o auxílio às minorias, por meio de ações governamentais, inibe a desigualdade.
Fica claro, portanto, que a importância das ações afirmativas relaciona-se com o interesse em combater a desigualdade. Dessa forma, o Ministério da Educação deve romper o estigma de que não existe desigualdade, criando projetos e debates, que abordem, sob um viés histórico, essa questão, a fim de desprender a sociedade de certos tabus. Ademais, o Governo brasileiro deveria garantir o direito à cidadania de todos, por meio de ações, que visem o acesso a educação, saneamento e saúde, como os ideais apresentados na Carta Magna do país. Assim, poderá criar uma sociedade, que seja, de fato, verossímil com a Constituição.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!