O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Os Males da Era da Tecnologia
O maior problema enfretado no mundo contemporâneo é a exposição na internet que, progressivelmente, tem ampliado ao passo que há a evolução dos meios de comunicação. Por sua vez, podemos analisar que o público alvo são as crianças e os adolescentes que são suscetíveis a determinados conteúdos inadequados e aos agressores que se apoderam da tecnologia para cometer crimes os quais resultam em vítimas de atos abusivos.
Dessa forma, elencaremos as principais razões que contribuem para esses comportamentos, como por exemplo, a pedofilia em que um indivíduo usa de um falso perfil com o objetivo de intimidar um jovem aproveitando-se da sua inocência para que aja conforme o seu interesse particular. Além das circunstâncias de cyberbullying, preconceito, racismo, homofobia e intolerância que acarretam a construção de comentários e brincadeiras de caráter ofensivo e pejorativo para a vítima. Sendo importante ressaltar a ausência do controle dos pais na redes sociais utilizadas pelos os filhos, constituindo um agravamento da situação.
Haja vista que a recorrência dessa problemática na sociedade desencadeia sérios transtornos na vida das crianças e adolescentes que são submetidos à pornografia, compartilhamento de imagens íntimas, agressão física ou psicológia os quais ferem com os direitos previstos nas leis e integridade dos menores. Logo, os reflexos psíquicos e sociais são imensuaráveis em virtude das sequelas cujos crimes trazem assim como a depressão, a mutilação, a mudança comportamental ou a tentativa de suicídio que conjecturam os modos de manisfestações do sofrimento vivenciado.
Portanto, segundo Paulo Freire "Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda", ou seja, é fundamental que tenha diálogo entre pais e filhos a fim de que haja as orientações necessárias e a devida atenção quanto a exposição à internet. Todavia, além disso é preciso da existência de comunicação entre a população para que saibam se concientizarem e politizarem. Inclusive o papel das instuições educativas e da saúde com o apoio do MEC e o Ministério da Saúde na participação efetiva com adoções de ações e campanhas frequentes em prol da realização de atividades que discutem temas envolvendo as redes sociais e os seus respectivos danos quando mal utilizados objetivando a prevenção e a segurança da nossa geração presente e a futura.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!