O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Tema: O humor como meio de propagação de preconceitos.


Independente do meio pelo qual é transmitido o humor deve ter como principal função provocar sorrisos. No entanto, quando as piadas utilizadas envolvem estereótipos ou discriminação, o humor perde sua essência e torna-se um meio de disseminação de preconceito. Sendo assim, os humoristas devem ponderar o que falam para que não usem de sua liberdade de expressão para atingir negativamente grupos minoritários .
Convém ressaltar, a principio, que diversas piadas levam pensamentos como, "Mulheres não sabem dirigir" e "todos os negros são pobres". É evidente que tais dizeres vêm de estereótipos socioculturais de cunho machista e racista, respectivamente ,e que tais pensamentos não foram originados pelo humor. No entanto ao utilizar de tais ideais para produzir comédia, o humor passa a ser um meio de manutenção de tais valores na sociedade. Sendo assim, é necessário que esse tipo de humor, que atingi a grupos minoritários ,seja evitado por parte dos humoristas e ,até mesmo, em meio a conversas informais, uma vez que, os estereótipos advindos do racismo e machismo não são motivos de piada e sim motivos de preocupação e tristeza.
Sob esse ponto de vista, o humorista Danilo Gentili defende que o humor é imparcial a qualquer preconceito, porém é ingênuo acreditar em tal imparcialidade, pois a piada nasce a partir de determinado contexto social. Assim, ninguém iria rir de uma piada machista em uma sociedade igualitária, desse modo, o humor também é um indicador que tais pensamentos ainda persistem em pessoas que riem de piadas assim. Além disso, utilizar do direito da liberdade de expressão para agredir moralmente um grupo social e ainda utilizar do humor como meio de mascarar discriminação é algo antiético e sem nenhuma graça.
Sendo assim, é necessário que haja por parte dos humoristas uma ponderação do falam, para que, não digam coisas preconceituosas. Ademais, o poder público não pode criar leis que proíbam tais piadas, isso seria inconstitucional ,pois agiria contra a liberdade de expressão. No entanto, o Ministério da Educação poderia criar um projeto de caráter nacional que envolvesse as instituições de ensino público e privada, no qual especialistas falassem sobre a importância de se combater o preconceito e os estereótipos sociais. Desse modo, o Brasil teria uma sociedade mais igualitária e consciente, assim piadas discriminatórias não teriam mais graça para a população e o humor seria obrigado a se renovar e não utilizar mais desse tipo de conteúdo. Destarte, importantes passos seriam dados para um humor mais construtivo e para uma sociedade sem preconceitos.




Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!