O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Mobilidade urbana

O projeto desenvolvimentista de Juscelino Kubitschek alterou os rumos econômicos do Brasil no século XX. Seus intensos investimentos na indústria automotiva incentivou o crescimento desordenado da mesma, e foi o responsável pela implantação da rodovia como principal forma de locomoção. Porém, essa fato junto ao mau planejamento das vias urbanas, corrobora com a crise da mobilidade urbana que as grandes metrópoles vem sofrendo na atualidade.
Causado pelo grande crescimento da frota veicular e pelo exíguo aumento do número de rodovias do país, o engarrafamento é o principal problema enfrentado pelos setores nacionais de transporte. Esse fato é causado pela falta de investimentos em transportes públicos, pois de acordo a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, 60% dos motoristas deixariam o carro em casa se o transporte público fosse de qualidade.
Além disso, segundo pesquisas da USP, exposição a duas horas no trânsito equivale a fumar dois cigarros. Sendo assim, é possível afirmar que a ineficiente rede locomotiva do país é responsável por agravar as poluições atmosférica e sonora das localidades em que se mostra mais presente, comprometendo a saúde da população e o ambiente.
Destarte, fica claro que urge mudanças acerca de como ocorre a mobilidade urbana no Brasil. Portanto, é indispensável que a ampliação da rede pública de transportes, ações como a implantação de ciclovias e a adoção do rodízio veicular sejam executadas em todas as metrópoles nacionais pelos governantes, visando ao fim dos congestionamentos e, consequentemente, à redução dos problemas ambientais. Segundo Immanuel Kant, o homem é aquilo que a educação faz dele, desse forma, é importante que as instituições de ensino disponibilizem aulas para que os estudantes possam aprender acerca de como se portar para que haja melhorias no trânsito.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!