O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Tema: Bullying em questão no Brasil.
Título: Todos contra Dante
Em texto publicado pela Câmara, que aprova um programa nacional de combate ao bullying, define-se por bullying "prática de atos de violência física ou psíquica, exercidos intencionalmente e repetidamente por um indivíduo ou grupo contra uma ou mais pessoas com o objetivo de intimidar, causar dor e angústia à vítima". Se não houver intervenção, a prática pode causar traumas e sequelas para a vida toda.
Em primeira instância, a observação crítica de fatos filosóficos releva o porquê deste tipo de intimidação se perpetuar entre os jovens brasileiros. Entre as principais causas que levam um adolescente a cometer o bullying está a influência por outras pessoas e meios. O filósofo John Locke afirma, em sua teoria da tábula rasa, ser o homem "como uma tela branca, que é preenchida por influências e experiências". Com base nisso, pode-se levar em consideração que as práticas adotadas pelos jovens que perseguem outros nas escolas tem origem no cotidiano de sua família e em meios de comunicação, em especial a internet, também chamado de cyberbullying.
Assim também as vítimas da agressão acabam perdendo a autoestima e confiança, o que leva à criação de adultos frágeis, inseguros e, nos casos mais extremos, leva à autoflagelação e ao suicídio. Outrossim, o agressor tem grandes chances de virar um adulto violento, delinquente ou criminoso, tendo como exemplo a tragédia de Realengo, em 07 de abril de 2011, no Rio de Janeiro, ou ainda em casos internacionais, como o massacre de Columbine, ocorrido nos Estados Unidos.
Urge, portanto, medidas para combater o bullying no Brasil. O Ministério da Educação deve capacitar seus professores para atuar na solução do problema, como cartilhas incentivando o respeito dentro das salas de aula. Ademais, deve ser oferecido, em parceria com o Ministério da Saúde, assistência psicológica às vítimas. Cabe, ainda, à família, conscientizar os agressores, ao invés de puni-los, a fim de que mudem de comportamento. Por fim, livros como a bestseller da americana R. J. Palácio, Extraordinário, incentivam o respeito às diferenças, como é o caso do trecho "quando estiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil".
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!