O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

TEMA : Como enfrentar o dilema da nomofobia no Brasil.

Nomofobia: o transtorno do século XXI

A nomofobia é um dos principais transtornos comportamentais da atualidade. Sendo considerada uma patologia, caracterizada pela fobia causada em decorrência de um desconforto ou angústia, mediante a incapacidade de acesso à comunicação através de aparelhos celulares ou computadores. Logo, em meio à pós-modernidade, marcada pela globalização, o uso de novas tecnologias é uma ferramenta indispensável, para facilitar o dia a dia, no entanto, o uso excessivo sem que haja equilíbrio e limites podem trazer sérios riscos à vida social e mental do indivíduo.
É possível afirmar que o uso de tecnologias que garantam o acesso à internet, como smartphones, tabletes e celulares, tornou-se progressivamente mais presentes no cotidiano das pessoas, e por consequência, estão sendo introduzida cada vez mais cedo nas sucessivas gerações. Tal realidade traz uma série de reflexões, tendo em vista em até que ponto esses instrumentos favorecem a vida das pessoas. Atualmente nomofobia, é considerado o transtorno do século XXI, um fato que ilustra essa dependência é que segundo uma pesquisa feita pela revista Time e Qualcomm, no Brasil cerca de 58% das pessoas entrevistadas afirmaram que usam o celular a cada 30 minutos e 35% a cada 10 minutos, o que é bastante preocupante.
Somando a isso, pode-se dizer que um dos grandes problemas da nomofobia é que nem sempre ela é vista como uma patologia o que contribui para a demora de seu diagnóstico. Outro fator relevante é que na maioria das vezes essa compulsão pelo uso de telefones e tablets não costuma aparecer sozinho, em geral, está associada a outros tipos e de transtornos como depressão, ansiedade, síndrome do pânico e estresse pós-traumático. Dessa forma é imprescindível o conhecimento e identificação dessa doença para o tratamento adequado, uma vez que o problema pode ser maior que aparenta ser.
Nesse sentido, a forma mais eficaz de se prevenir e combater a nomofobia são por meio do entendimento e compreensão a cerca desse problema. Sendo assim, o Governo tem papel indispensável no que diz respeito á conscientização da sociedade, desse modo, através de investimentos que promovam acesso à informação, como em escolas, palestras em grandes centros urbanos e pela mídia. Já a população, também deve se mobilizar, uma vez que as crianças e jovens estão em fase de formação é não tem discernimento sobre o equilíbrio e limite de uso, à vista disso as famílias devem garantir de forma adequada à introdução desse meio de comunicação. Com isso, por meio de uma sociedade bem esclarecida é possível desfrutar de forma saudável de todos os benefícios que as novas tecnologias têm para oferecer.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!