O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Por um Brasil sem fome
É notável o resultado dos programas sociais promovidos pelo governo na diminuição do número de brasileiros em situação de insegurança alimentar na última década. No entanto, ainda existem cidadãos nessa situação, mesmo que a produção possa suprir a demanda nacional. Isso se dá por conta do alto valor agregado aos alimentos e dos desperdícios. Por isso, é fundamental, uma atuação mais contundente do Poder Público para minimizar os entraves que impedem uma mudança plena.
Desde quando mais brasileiros passaram a receber auxílio financeiro do governo, como bolsa família, escola e gás o número de pessoas em situação de insegurança alimentar diminuiu significativamente. Porém, mesmo com auxílio, os preços dos alimentos são muito superiores ao poder de compra, porque, são agregados valores de marca, embalagem, impostos e transportes. De fato, sem opções mais baratas os valores das bolsas de auxílio se tornam insuficientes.
Além disso, toneladas de alimentos de restaurantes ou supermercados são jogadas nos lixos diariamente ou se perdem nas estradas em vazamentos nos caminhões. Certamente, muito poderia ser aproveitado antes do real descarte e fosse permitida essa ação por parte dos empresários dos ramos alimentícios ou se fosse modificado o meio de transporte com intuito de evitar desperdícios.
Fica evidente, portanto, que com a redução dos desperdícios e da agregação de valor aos alimentos, mais pessoas sairiam da situação de insegurança alimentar. Para tanto, cabe ao governo autorizar as doações dos excedentes de restaurantes e supermercados, mesmo que para isso seja necessário dispor de técnicos para avaliar a qualidade dos produtos a serem doados. Associado a isso, é importante a criação de mercados populares para venda de feijão, arroz, trigo, aveia entre outros grãos, com o diferencial de ser de administração pública e com baixíssimo valor agregado. Assim, finalmente o Brasil alcançaria seu desafio plenamente.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!