O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Ao decorrer dos anos, com o avanço do capitalismo, na sociedade, intensificaram-se os casos de transtornos psicológicos. A falta de humanidade, presente nos dias atuais, vem contribuindo para os altos índices de suicídios no século XXI. Aliado a isto, dispõe-se de um sistema pautado no mundo virtual, aumentando ansiedade e depressão entre as pessoas.

No século passado, a vida era previsível, com padrões sociais pouco mutáveis, onde valores altruístas sobrepunham-se sobre o financeiro. Hoje em dia, acontece o contrário, o homem atual é marcado pela competitividade e individualismo. A cultura do ter vem se tornando cada dia mais enraizada na sociedade, entretanto, há muitas pessoas com alto poder aquisitivo cometendo suicídios, por estarem "vazias" de coisas incomparáveis, como o amor e a felicidade. Na música, Pais e Filhos de Legião Urbana, retrata exatamente isso, " Estátuas e cofres; e paredes pintadas... ela se jogou da janela do quinto andar", o dinheiro não é essencial, e sim necessário para sobrevivência.

Além disso, o mundo virtual vem contribuindo para os casos de ansiedade e depressão. O jovem, por exemplo, está crescendo num sistema que gera inúmeras frustrações, e busca por um "eu" estereotipado. O bullying, também, é uma característica para o desenvolvimento de transtornos psicológicos. No Netflix, existe uma serie chamada "Os 13 porquês", onde uma menina vítima de bullying comete suicídio, e grava treze fitas narrando sobre cada pessoa que "colaborou" para tal. De acordo com Zygmunt Balman, o mundo contemporâneo vive-se uma modernidade líquida, onde há uma desvalorização dos valores altruístas.

Com isso, nota-se uma necessidade de "re'humanização" das pessoas. O primeiro passo são os pais, que deve participar, ativamente, da vida dos filhos. O Ministério da Educação e da Saúde, precisam unir-se com o intuito de conscientizar as pessoas que pressão é doença e precisa de tratamento. E o governo devem intensificar as campanhas do setembro amarelo, estimulando a sociedade a ajudar possíveis suicidas.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!