O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Tema: O sistema prisional brasileiro e seus efeitos no século XXI

Em ?Memórias do Cárcere?, o escritor Graciliano Ramos retrata as mazelas enfrentadas durante a prisão que enfrentou no governo Vargas. Entretanto, décadas depois, a situação precária do regime carcerário brasileiro continua sendo uma triste realidade. Dessa forma, é imprescindível rever os fatores que levaram a atual situação, como a baixa qualidade da educação e a péssima infraestrutura dos presídios.
É indubitável que a questão educacional esteja entre as causas do problema. Segundo Paulo Freire, a educação é um fator primordial para a transformação social. De maneira análoga, percebe-se que a educação de baixa qualidade do país é a principal causa que contribui para aumentar as mazelas carcerárias. Como muitos jovens não possuem acesso a um sistema educacional de qualidade, acabam vendo o crime como uma alternativa de acesso fácil ao poder e dinheiro. Por consequência, muitos são presos, contribuindo assim para as superlotações dentro das cadeias.
Outrossim, destaca-se a péssima infraestrutura das cadeias como agravador da situação do sistema carcerário. De acordo com Karl Marx, se quisermos mudar o modo de agir de um indivíduo, devemos mudar também o meio em que ele vive. Semelhantemente, nota-se que quando o indivíduo vive em um ambiente regado de situações desumanas, tende a adotar essa linha de ação por causa das influências do meio. Assim, os presídios se transformam em verdadeiras "escolas do crime", no qual, muitos detentos acabam saindo, ou até mesmo fugindo, em situação pior da que entrou.
Entende-se, portanto a importância de buscar soluções para a situação do sistema presidiário brasileiro. É mister que Ministério da Educação não poupe investimentos no meio educacional, principalmente nas periferias, a instalações de creches, escolas e centros esportivos são uma saída para que os jovens não se submetam à criminalidade. Em adição, cabe ao Governo uma reestruturação nas cadeias, antes de detentos, eles são humanos, logo, melhorar as condições de higiene, alimentação e fornecer apoio psicológico é necessário. Ademais, a mídia deve relatar todos os casos que rompam com os direitos humanos como forma de conscientização. Assim, uma vez que o problema for minimizado, Graciliano Ramos ficaria feliz em saber que mais livros como ?Memórias Cárceres? não precisarão ser escritos como forma de denunciar essa problemática.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!