O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Tema: A questão das drogas como desafio mundial

Discriminação. Tráfico. Vícios. Mortes. Essas são situações, onde, as pessoas que vivem no Brasil contemporâneo presenciam diariamente. Dessa forma, devido ao preconceito contra os dependentes químicos, aliado à inaplicabilidade de leis, que reforçam as péssimas condições do sistema carcerário brasileiro, são grandes problemas, que precisam ser combatidos.
Em primeiro lugar, vale ressaltar, que o preconceito presente na sociedade é evidente. Desse modo, ocorre a estereotipagem dos usuários de drogas, visto que, grande parte da população brasileira enxerga o dependente químico como uma pessoa desprovida de renda e que vive em condições precárias, entretanto, não existe um perfil socioeconômico padrão, podendo variar de pessoas pobres em áreas livres, até ricas em mansões.
Mediante isso, a Lei de drogas, desenvolvida no ano de 2006, não é aplicada corretamente. A lei vigente, é responsável pela diferenciação de traficante e usuário, porém, a ineficiência em sua aplicação, é responsável pela prisão daqueles que possuem uma quantidade mínima da substância, assim, causando a superlotação dos presídios do país, visto que, de acordo com o G1, 32,6% da população carcerária é composta por dependentes químicos e traficantes.
Torna-se evidente, portanto, que a discriminação social é uma grande adversidade. A mídia, possui a função de desenvolver campanhas contra o discriminação socioeconômica , além de criar documentários sobre o uso de substâncias químicas. O ministério da justiça, possui o papel de reformular a lei de drogas, tornando-a de fácil entendimento, possibilitando a diminuição de pessoas presas por acidente, que por conseguinte, minimiza a superlotação dos presídios. Assim, ocorrerá a quebra de esteriótipos, viabilizando a convivência sem preconceitos.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!