O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

O termo homofobia é utilizado para designar indivíduos que têm algum tipo de medo ou aversão aos homossexuais, colocando este em posição de inferioridade, e utilizando-se, muitas vezes, para isso, de violência física e/ou verbal. O fato do homossexualismo ser pecado em algumas religiões, bem como a falta de uma lei que criminalize esse tipo de violência dificulta o combate a este tipo de preconceito.

Em primeira análise, cabe pontuar que a Assembleia de Deus, a igreja evangélica mais representativa no Brasil, com mais de 12 milhões de fiéis, classifica a homossexualidade como uma deliberada desobediência a Deus e seus mandamentos. Dessa forma, propaga-se uma cultura de ódio e violência contra o homo afetivo muito vezes liderado pelos pastores que comandam esses templos, o que torna ainda mais dramática a situação.

Ademais, convém frisar que a impunidade fortalece a violência diária. Uma prova disso é uma pesquisa realizada pelo Grupo Gay da Bahia (GGB) em que entre 2000 e 2010 o número de homicídios de homossexuais subiu de 130 para 260 ou seja, dobrou. De forma inacreditável existem pessoas que culpam e responsabilizam as vítimas pela violência que sofreram só pelo fato de serem gays, algo irracional e ilógico.

Medidas, portanto, são necessárias para atenuar a problemática. É imprescindível que mesmo condenando o homossexualismo, os líderes religiosos devam pregar a tolerância e o respeito às diferenças e aos direitos civis dos gays, promovendo discursos para orientar os fiéis. Além disso, é essencial que o Supremo Tribunal Federal promulgue uma lei específica para quem comete crime de homofobia, visando diminuir o índice de violência sofrida pelos homossexuais.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!