O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

TEMA: O MEIO AMBIENTE E O PREÇO DO DESENVOLVIMENTO HUMANO

O advento da revolução técnico cientifica decepciona no que tange o uso da tecnologia e informação na prevenção de desastres ambientais. Com ela, o homem tende à desenvolve-se, contudo, coloca em xeque não só a fauna e flora, mas também, e as futuras gerações. Assim, o meio ambiente paga o preço do desenvolvimento humano.

Em tese, muito se preocupa quanto à degradação ambiental em prol do desenvolvimento. No entanto, a pratica revela-se cruel para o meio ambiente e a vida que nele habita, a exemplo do mais recente acidente na mineradora Samarco, em Mariana, responsável pela morte de um rio. Outrossim, o desenvolvimento sustentável, que mostrava-se como alternativa para amenizar as ações humanas sob o meio ambiente, em vista dos acidentes ambientais e consequências irreversíveis, hoje, só não passa de mais uma ideia que não sai do papel. Sob essa ótica, pode-se afirmar que para preservação de um dado local, visto que devido ao histórico de acidentes e a impunidade para os responsáveis custarão um alto preço para o planeta e as futuras gerações.

Indubitavelmente, a ausência de estudos para prevenir acidentes é grande responsável por eles. Ao fazer uso do meio ambiente deve-se assumir seus riscos de degradação, não apenas a fauna e flora, mas também a espécie humana, evidenciando, assim, que o homem é o seu próprio lobo, segundo Hobbes. Ademais, com a ineficiência dos acordos internacionais, a exemplo do protocolo de Kyoto, para diminuir a emissão de CO2, os braços dos governantes do mundo estão cruzados para tentativa d reversão dos donos causados ao meio ambiente.

Fica claro, portanto, a unidade entre Estado e população no combate à degradação ambiental. Para tanto, a ONU deve pressionar os governantes para tomarem medidas preventivas quanto aos acidentes ambientais. Simultaneamente, a nível nacional, o Ministério do Meio Ambiente, em parceria com o Poder Legislativo, precisa criminalizar os desastres ambientais quanto à irresponsabilidade de seus provedores. Por fim, a sociedade brasileira deve se unir em prol da preservação a fim de pressionar o governo a tomar a mesma atitude.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!