O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

Tema: A perpetuação do trabalho escravo no Brasil do Século XXI

No Brasil, a escravidão é um elemento que esteve presente desde a sua formação, uma vez que esse foi o tipo de mão de obra utilizado durante o período colonial. Todavia, apesar de sua abolição ter ocorrido em 1888 e as leis trabalhistas terem surgido na década de 1930, tal exploração ainda é evidente em razão da desigualdade social e insuficiência da fiscalização.
Ressalta-se que o fator primordial para a perpetuação do trabalho escravo é a desigualdade social. O baixo nível de escolaridade de populações carentes impede que pessoas possuidoras dessa realidade econômica adquiram trabalhos de qualidade. Com isso, muitos indivíduos se submetem a trabalhos análogos à escravidão, buscando sair da miséria e sustentar sua família, já que segundo o filósofo inglês Thomas Hobbes, o ser humano, acima de tudo, luta pela sua sobrevivência. Prova disso é que, segundo o Ministério do Trabalho, cerca de 200 mil pessoas em situação de extrema pobreza são escravizadas no Brasil.
Pontua-se ainda, que a baixa fiscalização existente dificulta o combate à escravidão. Isso porque, a maior parte da população desconhece esse problema brasileiro, e como consequência, o número de denúncias realizadas é muito baixo. Ademais, os casos de corrupção de alguns fiscais por donos de empresas enfraquece o cumprimento das leis.
Nota-se desse modo, a importância de medidas para que os direitos dos trabalhadores sejam respeitados. Logo, cabe à mídia, por meio de publicidade, a promoção de campanhas que incentivem a realização de denúncias contra o trabalho escravo. Além disso, o Ministério do trabalho, em parceria com grandes empresas, deve fornecer cursos técnicos em regiões carentes a fim de qualificar a mão de obra e garantir oportunidades à essa população. Dessa maneira, a exploração trabalhista irá minimizar-se.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!