O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema livre

O Brasil vive uma crise no que diz respeito ao avanço de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). O surgimento de uma epidemia de sífilis, o crescente número de casos de HIV e a negligência popular no que se refere à vacinação contra o HPV preocupam o Ministério da Saúde (MS). Apesar de todos os esforços para a conscientização, esta não foi atingida de maneira eficiente.

Dessa forma, tal panorama é reflexo da ineficiência das campanhas atuais que incentivam o uso do preservativo. Dados do MS apontam que entre 2014 e 2015, houve um aumento de quase 33% dos diagnósticos de sífilis no país. Ademais, o vencimento de vacinas anti ? HPV em alguns estados revela a baixa procura por parte da população. Nota-se assim, uma banalização do contágio de DSTs .
Não obstante, a Organização Mundial da Saúde divulgou, em julho, que houve um aumento da resistência do HIV perante os antirretrovirais utilizados atualmente. Esse cenário é, em parte, produto da alta incidência do vírus, aliada ao tratamento displicente e ao sexo desprotegido.

Dessarte, ressalta-se a opinião de especialistas que atribuem essa conjuntura ao fácil acesso e sucesso de boa parte dos tratamentos oferecidos gratuitamente. Logo, a possibilidade de ter qualidade de vida, mesmo doente, acaba fomentando o descuido e consequente disseminação de DSTs. Desse modo, torna-se fundamental que além das propagandas vigentes, haja uma elucidação maior das consequências de portar uma patologia do gênero.

A trivialização das DSTs é, portanto, um problema de saúde pública que pode ser atenuado por meio de informações mais completas. O Legislativo deve propor uma lei que colime a abertura de um horário semanal nas emissoras de televisão e rádio para que o tema seja explorado com maior afinco por profissionais. Além disso, anúncios podem ser inseridos nos vídeos do YouTube, com o mesmo objetivo. Assim, o esclarecimento pode minimizar os efeitos sociais das DSTs.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!