O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema ENEM 2017

Com tanta tecnologia no Brasil, a educação de surdos é quase inexistente. Conforme a Constituição Brasileira, o acesso à saúde, a educação e a segurança são direitos invioláveis. Assim, todos os cidadãos a partir dos 5 anos de idade devem frequentar a escola. Cada vez mais, os surdos são submetidos a classes normais do que numa especializadas somente à eles que se limitam a capacidade de cada um pois cada um tem suas limitações e níveis a ser explorados.


A deficiência auditiva não é rara como se pensa, existe desde a antiguidade clássica, em Esparta, caso um bebê nascesse com alguma deficiência era brutalmente assassinado por ser não estar apto a sociedade, já no Egito, a pessoa que tivesse surdez era retratado como um deuses, sendo temido pelos faraós e era o mais respeitado na época. Se pegássemos o ensinamento de Aristóteles, filósofo grego, no qual afirmava que nascia surdos por não ter linguagem própria e não eram capazes de racionalizar, sendo assim marginalizados na sociedade e converter essa história de lugares distintos para os dias atuais seria perceptível o pensamento Aristotélico que existe na nossa sociedade brasileira. No Brasil, existem milhares de famílias brasileiras que diariamente vivenciam o drama da falta de inclusão. Os deficientes auditivos são indivíduos com uma deficiência que impossibilita a comunicação da maneira como se conhece.


Hoje em dia, existem vestibulares em forma de libra tais como o ENEM - Exame Nacional do Ensino Médio – que a partir deste ano de 2017 criou o exame em libras, braile, guia-interprete entre outras várias formas de ajudar a minoria da sociedade. Contudo, convém ao Ministério da Educação, em conjunto com os estados através de um programa inclusivo educacional, possibilitando, com isso, que deficientes auditivos sintam-se compreendidos e respeitados pelo sistema governamental, sendo assim libra tornando-se a segunda língua oficial do Brasil, portanto, o Ministério do Trabalho poderá diminuir os valores tributários sobre empresas privadas que se disponibilizaram a contratar deficientes auditivos formados e capacitados para exercerem suas respectivas funções, afim de estimular, dessa maneira, integrando e possibilitando a relevância profissional, abrindo mais portas aos outros.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!