O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Tema ENEM 2012

          No antigo Império Romano, era observado o preconceito da população local com pessoas de outros lugares. Chamando pejorativamente de "bárbaros", os cidadãos romanos desvalorizavam a entrada desses povos pela ausência de semelhanças culturais. Séculos depois, na contemporaneidade, ainda é presenciado conflitos pela imigração de pessoas, incluindo no Brasil. Diante disso, entender causas dessas súbitas mudanças populacionais e analizar as consequências para o meu social, torna-se importante para a plena defesa dos direitos humanos.
      Primeiramente, urge compreender um dos principais fatores imigratórios na atualidade: A desigualdade social. Desde as grandes colonizações na américa, observa-se a disparidade econômica criada por razões logísticas(posse de terra, por exemplo). Nesse ínterim, é vísivel, como resultado dessas posturas imperialistas, a desproporcionalidade financeira entre as antigas colônias e metrópoles, fato que proporciona a falta de oportunidades para maioria da população descendente. Com efeito, buscando saídas alternativas, nações inteiras tentam melhores condições de vida em países menos desiguais como o Brasil.
         No entanto, infelizmente, muitos cidadãos agem de forma semelhante aos povos romanos. Na série americana Supergirl, é mostrado como a chegada de aliens no planeta terra causa enormes tumultos. Por diversas vezes, humanos como medo do desconhecido agiam de forma violenta com os recém chegados. De forma similiar à obra, é visto que pessoas, principalmente europeias, excluem e agem de maneira aversa com imigrantes, fato que é determinado como xenofobismo. Com efeito, mesmo que em menor grau na américa latina, o ódio contra o diferente pode desencandear inúmeros problemas sociais graves que vão desde discriminações até homícidios dolosos.
      Portante, medidas são necessárias para a manutenção do respeito à vida do próximo. O Ministério da Educação deve disponibilizar palestras em escolas e centros públicos. Isso deve ser feito mediante uma melhor distribuição orçamentária entre a união, de modo que essas verbas possibilitem a organização desses debates com pedagogos e psicólogos. Com isso, os brasileiros poderam entender melhor sobre as condições de vida desses imigrantes e facilitará a plena exerção da empatia, possibilitando uma melhor integração social. E que nesse prisma, os preconceitos do Império Romano ficarão na idade antiga.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!