O desconto do plano APROVADO EM 2021 termina em: dias horas minutos segundos

Tema ENEM 2009

Lava-jato, mensalão, venda de voto, colar em provas, compra de favores, furar filas. Das maiores para as menores, essas ações estão constantemente inseridas na rotina do  brasileiro, deixando-o incapaz de fazer alguma reflexão lógico quanto a isso. Diante disso, é evidente que há um desequilíbrio nos pressupostos morais dos cidadãos em face ao cenário nacional. Nesse sentido, dois aspectos fazem-se relevantes: a banalidade do mal, bem como, o fato social. Desse modo, medidas atitudinais e estruturais fazem necessárias com vistas o alinhamento ético. 


Em primeira análise, é importante ressaltar a banalidade do mal como um dos principais obstáculos para a sociedade social. Nessa perspectiva, de acordo com a filósofa Hannah Arendt, a banalidade do mal define-se como uma massificação social que a tornou incapaz de fazer julgamentos morais passando aceitar e obedecer ordens sem questionar. Sob tal ótica, essa conjuntura descreve o atual contexto, onde a criminalidade consolidou estruturas na sociedade tornando comum matar, roubar e enganar. Como desdobramento, ocorre o aumento do número de casos de corrupção em escala nacional. 


Em segunda análise, é indubitável que o fato social intensifique a problemática. Nesse contexto, segundo o sociólogo Émile Durkheim, o modo coletivo de pensar e de agir dotado de exterioridade, generalidade e coercitividade são características do fato social. À vista disso, a sociedade se impõe ao indivíduo por meio da pressão de pertencimento tornam a individualidade objetos a serem caçados, impedindo assim o pensamento racional e o discernimento frágeis e passíveis de controle. Consequentemente, converteu-se os conceitos éticos, fazendo do errado o certo a partir de interesses individuais. 


Torna-se evidente, portanto, a necessidade de mudanças que aplaquem a problemática. Para isso, cabe às empresas de televisão o merchandising social, por meio de séries e novelas que abordem o contexto através de discussões com vistas induzir o questionamento individual perante as normas morais. Ademais, ao Ministério da Educação implantar a disciplina de filosofia mais cedo na grade curricular a fim de que a geração futura seja mais resistente a imposições. Somente assim, com medidas gradativas poderá construir modelos de sociais de excelência. 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!