ENTRAR NA PLATAFORMA
Telenovelas brasileiras como influência social
A balança de peso data de muitos anos e sua utilização abrange muitos tipos de ponderações sejam materiais, intelectuais, e morais. Tomadas de decisão e o valor de alguma coisa são decididas conforme o lado que pesa mais. Sob este enfoque é possível refletir porque as telenovelas brasileiras no estado como estão hoje não representam bons pesos de moralidade e psicologia.
Em primeiro lugar, não há uma influência moral benfazeja, de boa parte, das telenovelas sobre o telespectador. O seu conteúdo propõe padrões altos de estética e beleza associados à idolatração de algum personagem libertador que se torna o modelo a ser imitado e o estilo de vida a ser vivido. Bem ao contrário de romancistas brasileiros consagrados, como José Lins, não retrata o sofrimento do trabalhador que se resigna a ter uma vida difícil, porém cheia de realização de valores e honesta. A oportunidade que as pessoas teriam para serem estimuladas a lutarem por uma vida mais plena de sentido, a construírem personalidades magnânimas e virtuosas é substituída pela satisfação da curiosidade e o incentivo ao mexerico associado a uma vida alienada do cotidiano.
Nesta mesma linha de pensamento, moral e psicologia tem um forte entrelaçamento. Toda atividade artística, além de sensibilizar, deveria provocar reflexões e atitudes mais conscientes e maduras. Ora, as telenovelas brasileiras em muitos casos não são construtivas na formação da personalidade das crianças e jovens, deixam de fornecer subsídios para que casais em situações de crise conjugal possam ter um suporte psicológico que lhes falta, e iludem com padrões de vida e resultados sem mostra de conquista por esforço silencioso e diligente. Assim vemos que na situação como hoje é produzida as telenovelas brasileiras não é uma arte que torna o ser humano mais consciente da sua natureza humana, e por isto, não há um efeito benéfico para a psicologia do indivíduo.
Portanto, vemos a necessidade que a produção artística da televisão brasileira pondere mais moral e psicologia que edifiquem o ser humano. Para isto, é necessário um retorno às temáticas do cotidiano utilizando a própria literatura do país no que têm de melhor, especialmente em João Guimarães e José Lins. Estas temáticas devem estar imbuídas do incentivo para uma vida de virtudes, valores, religiosidade por meio de cenas de reflexão pessoal, prudência, laboriosidade e heroísmos verdadeiros. Ou seja, em cada lado desta balança se equilibrem a psicologia e a moral em substituição a ideologias que levam a fuga de responsabilidade e alienações.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde