O desconto do plano APROVADO EM 2021 termina em: dias horas minutos segundos

Tabagismo nos dias atuais

     “Corrida pra vender cigarro, cigarro pra vender remédio, remédio pra curar a tosse, tossir, cuspir, jogar pra fora”, nesse trecho da música “3°plural”, da banda Engenheiros do Hawaii, afamada pelo sucesso da cultura pop brasileira, acaba sendo um retrato fiel do consumo excessivo do tabaco no século XXI. Nesse contexto, no que concerne o tabagismo, percebe - se a configuração de um grave problema em virtude da má formação educacional e do silenciamento causado pela mídia.


     Primeiramente, é preciso salientar que a negligência educacional é uma causa latente do problema. De acordo com o filósofo Kant, o ser humano é resultado da educação que teve. Sob esse viés, se há um problema social, há como base uma lacuna educacional. No que tange consumo excessivo de cigarros, verifica-se uma forte influência dessa causa, uma vez que a escola não tem cumprido seu papel no sentido de prevenir o problema, pois não está trazendo às salas de aula conteúdos que ajam na resolução da problemática.


     Ademais, é pertinente ressaltar que o descaso da mídia, acarreta uma má comunicação que atua como direcionadores do pensamento da massa. Dessa Forma, conforme sociólogo Pierre Bourdieu, o que foi criado para ser instrumento de democracia, não deve ser convertido em mecanismo de opressão. Nessa perspectiva, verifica-se pouca atuação da mídia na prevenção do tabagismo, ocasionando assim números alarmantes de fumantes. Portanto, emerge um problema complexo que precisa ser revertido.


     Logo, medidas estratégicas são necessárias para alterar essa problemática. Para que isso ocorra, o Ministério da Educação (MEC), em parceria com as mídias digitais crie, por meio de verbas governamentais, palestras educacionais nas redes sociais, que detalhe sobre os perigos do tabaco. Tais palestras serão realizadas através de pneumologistas, a fim de fazer estudantes compreender riscos provocado pelo cigarro, devem inserir essas palestras no ambiente doméstico permitindo uma autonomia consciente. Feito isso, o trecho da música “3°plural”, não acontecerá nas próximas gerações.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!