O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Superlotação dos presídios

Os reflexos dos descasos no sistema prisional brasileiro

As prisões brasileiras assustam com o número de presos e assassinatos dentro das celas. Hoje, estima-se que o Brasil detém a quarta maior população carcerária do mundo, com mais de seiscentos mil presos de acordo com os dados da revista Exame.
A falta de segurança pública é o fator primário para o caos do sistema prisional. Polícia despreparada que sofre com falta de contingente, equipamentos sucateados, salários arrochados, estimula à prática da corrupção que torna parte da vida desses policiais , sendo fomentados pelas facções criminosas. Leis que não consegue diferenciar o traficante do usuário, como consequência, lotam as celas com prisões desnecessárias,.
O reflexo se dá na população, que não se sentem seguras dentro ou fora de suas casas , no caminho para o trabalho ou no lazer nos finais de semanas. Seus direitos básicos garantidos pela Constituição são prejudicados ; direito de ir e vir , direito à vida e ao patrimônio, a impressão que se dá é que não existe democracia no país.
As prisões estão entrando em colapso. O excesso de presos, celas caindo aos pedaços, sujeira , torna o ambiente insalubre, contrariando a ideia da recuperação penal daqueles que caíram na vida do crime. São verdadeiras matrizes das facções criminosas, que disputam à liderança nos presídios, fora delas , o tráfico de drogas.
O Estado não consegue gerenciar a situação, investe-se bilhões , terceiriza presídios e o que se vê é um resultado ineficiente que demonstra o despreparo dos três poderes da República. Não existe solução sem ação direta da população. É necessário cobranças das autoridades. Modelos prisionais já existentes no país devem ser ampliados, que oferecem aos presidiários condições necessárias para reinserção a sociedade como programas de alfabetização, cursos técnicos e regressão da pena através da leitura . Parceria diretas com ONG?s que ofereçam assistência como casa abrigo e apoio assistencial para procura de emprego, é essencial para contornar o problema. Estimular instituições de ensino com isenções fiscais, oferecendo vagas a detentos e ex-detento que queiram ter a redução da pena através do progresso intelectual. Desta forma o contraste do sistema prisional brasileiro será minimizado gradativamente no país.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!