O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Superlotação dos presídios

A taxa de superlotação dos presídios brasileiros é de 175,82% nos 1456 estabelecimentos penais no país, segundo dados do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). A superlotação nos presídios ocorre devido a má reinserção dos detentos na sociedade e também pela enorme quantidade de pessoas que são presas por ter cometido pequenos delitos como furtos e estelionatos.


Primeiramente, verifica-se que as penitenciárias deveriam ser lugares que ajude os presos a se reinserir na sociedade. Porém, nota-se que as cadeias fazem uma má recolocação dos presos na sociedade, ao qual, os mesmos são marginalizados pela sociedade, isto porque existe um certo preconceito por parte do corpo social em relação a esses detentos.


Além disso, apresenta-se uma grande quantidade de pessoas que vão detidas por comterem pequenos crimes, como furtos, estelionatos de pequenos valores ou até mesmo fraudes. Mas, há também outras maneiras de penalizar o infrator desse delitos sem que haja a superlotação nos estabelecimentos penais.


Portanto, nota-se que o problema da superlotação nos presídios é recorrente e ainda está muito presente no sistema penitenciário brasileiro. Logo, é necessário que o Legislativo revise as leis sobre as penas dos pequenos delitos. Assim, é indispensável que o sistema penitenciário prepare e auxilie os presos na sua reinserção na sociedade, e que esta não marginilize os detentos, e com isso diminua ao máximo o problema com a superlotação nos presídios brasileiros.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!