O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Suicídio entre jovens

Suicídio: uma epidemia a ser combatida.

Os inúmeros transtornos mentais que acarretam o suicídio, em parte dos casos, aumentou nos últimos dois séculos. Isso se deve à intensa evolução tecnológica, no qual muitos da espécie humana não são capazes de acompanhar.
A evolução tecnológica é o motivo para o aumento do número de suicídios. O ritmo frenético da vida que se leva atualmente é mais do que a mente de certas pessoas conseguem aguentar, acarretando transtornos genéticos como depressão, ansiedade, esquizofrenia, etc. No Japão, por exemplo, um país reconhecidamente perfeccionista, que tem regras e cobranças muito rígidas, a taxa de suicídios é altíssima, pois a pressão exercida pela sociedade sobre os jovens é intensa.
Além disso, com o advento das redes sociais, há a necessidade de se ter uma vida perfeita e de se encaixar nos padrões. As pessoas não se adequam a todos os padrões, gerando muita frustração. Outro problema recorrente é a questão da homoafetividade, que ainda não é vista com bons olhos pela sociedade em geral. Muitos se identificam como homoafetivos e não conseguem lidar com isso pela falta de aceitação da sociedade e até mesmo da própria família, o que ocasiona muitas tentativas de suicídio.
Em suma, o suicídio é uma epidemia a ser combatida. Em território brasileiro, o suicídio é pouco discutido nas escolas. O governo, juntamente com a Associação Brasileira de Psiquiatria, devem fazer programas especiais nos colégios como, por exemplo, uma semana de prevenção ao suicídio. Desta forma, desde novos, os adolescentes que tiveram transtornos mentais saberão que podem contar com a ajuda de profissionais habilitados, a fim de amenizar seus sofrimentos.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!