O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Suicídio entre jovens

Além da desigualdade social e a destruição da natureza, a industrialização traz consigo a falta de amor e a pobreza existencial, apelidada de Niilismo por Nietzshe. Esse vazio interior, acompanhado por doenças psiquiátricas, falta de humanidade, a pressão causada pelo capitalismo e o conceito equivocado de felicidade do século XXI, fazem com que milhares de jovens cometam suicídio no Brasil.
Primeiramente, levando-se em conta a tristeza experimentada pelo suicida, torna-se necessário uma reflexão sobre a ideia de felicidade cultivada contemporaneamente pela sociedade. Desde os primeiros anos de vida, a criança é bombardeada com publicidade e desenhos, os quais mostram a beleza, a riqueza somada com aceitação social como forma de felicidade. Essa fetichização de uma vida de bela e perfeita, reforçada pela mídia, vai de encontro à dureza da realidade enfrentada pela maior parte dos brasileiros. Atrelado a isso, a lógica capitalista que traz ao universo juvenil a hostilidade, a competitividade e o esvaziado sentimento de humanidade são responsáveis por instaurar a sensação de derrota ao indivíduo, que é o principal responsável pelos suicídios, segundo a Associação Brasileira de Psiquiatria(ABP).
Ademais, a veiculação e divulgação de um suicídio pode inspirar pessoas que pensam no assunto, como por exemplo a série americana "13 Reasons Why", a qual mostrou um suicídio aos milhares de espectadores, o que diz respeito a tese Wether, cuja diz "quando um suicídio é amplamente noticiado, torna-se contagioso". Tal tese é comprovada, pelo fato de que depois da série, o número de atendimentos diários no Centro de Valorização da Vida(CVV), aumentou de 50 para 300. Outro exemplo que comprova tal tese é a Carta de Getúlio Vargas, que após divulgada, aumentou em 100% o número de suicídios, conforme diz a Folha de São Paulo. Além disso, constitui-se necessário uma reflexão a partir do autocídio da protagonista da série, que o fez, devido a angústia vivida nas redes sociais, em que ela se perde no labirinto do que dizem e pensam dela. Logo, é visível que as redes sociais fomentam o problema.
Portanto, é perceptível que o suicídio está atrelado ao processo cruel de desumanização que caracteriza a modernidade. Assim, faz-se necessário a fiscalização dos desenhos infantis que doutrinam as crianças a cerca do conceito de felicidade, não só pelos pais, mas também pelo Governo. Outroassim, estabelece-se importância aos pais, que devem prestar atenção nos comportamentos de seus filhos, a fim de monitorar condutas suicidas. Outra medida paliativa cabe ao Governo e à população em geral, que devem criar mais organizações, como a CVV, objetivando ajudar pessoas que pensam sobre o assunto. Por fim, cabe ao próprio indivíduo procurar ajuda, com a finalidade de solucionar o problema.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!