O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Suicídio entre jovens

        O sociólogo Durkheim, em sua obra "O Suicídio", indica que o ato de tirar a própria vida tem crescido nas sociedades industriais, quando comparadas às sociedades primitivas. Em sua análise acerca desse fato, relaciona causas como o baixo senso de pertencimento na sociedade moderna, ou seja, entende o suicídio como decorrente da incapacidade dos indivíduos exercerem seu papel social. Dessa forma, o suicídio deve ser entendido como um grave problema social que, conforme alertam os dados da Organização Mundial da Saúde, atinge especialmente os jovens.


        Em primeira análise, o suicídio é visto com um viés moralista, por parte da sociedade, que entende o suicida como alguém que não tem os valores "corretos" ou "adequados", de maneira que, relega a causa somente ao indivíduo. Essa compreensão deficiente acerca do problema não contribui para alterar a realidade. É, nesse sentido, que a Organização Mundial da Saúde informa que é necessário que o suicídio deixe de ser um tabu, o que demonstra, por exemplo, a necessidade de sensibilizar a sociedade com relação a esse tema.


       Em segunda análise, o comportamento individualista das sociedades atuais, que têm o sucesso socioeconômico pessoal como ideal e, para isso, promove a concorrência de maneira exacerbada, acaba por acirrar as expectativas sociais entre os jovens. Tal cultura, conforme demonstra o artigo da BBC, influencia nos altos índices de suicídio nessa parcela mais suscetível da população em todo o mundo e, no Brasil, as taxas de incidência são ainda maiores, devido aos acentuados problemas sociais tais quais a violência, a desigualdade social e o desemprego, de maneira que perpetuam uma realidade muito hostil ao desenvolvimento e inclusão social dos jovens brasileiros.


        Dessa maneira, para que esta triste realidade possa ser combatida, é necessário que o Estado atue como agente de mundanças, por meio da Secretaria Especial da Cultura, promova campanhas de sensibilização ao tema do suicídio na sociedade brasileira, por intermédio dos meios de comunicação, tais quais a televisão e as redes sociais. Esta medida se justifica eficaz na prevenção do suicídio pois, conforme dados relatados pela OMS, o sujeito com comportamento suicida efetua várias tentativas prévias e, dessa forma, permite, na maioria dos casos, que as pessoas ao redor, desde que bem informadas, tenham o tempo hábil para ativar o sinal de alarme em busca de ajuda psicológica ou psiquiátrica. Dessa maneira, o quadro atual do suicídio na sociedade poderá ser mitigado.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!