O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Suicídio entre jovens

Na obra literária "Os sofrimentos do jovem Werther", de Johann Goethe, o protagonista encontra o suicídio como meio de acabar com todo o seu sofrimento. Diante disso, o público leitor do século XVIII, sentiu-se representado e motivado a "solucionar" seus problemas da mesma forma. Sendo assim, tornar-se evidente que o suicídio deve ser tratado como problema de saúde pública. Quanto a essa implicação social, verifica-se a falta de uma prevenção, bem como o ineficaz papel dos pais.


Em primeiro lugar, ressalta-se que o suicídio é muitas vezes causado por um quadro depressivo do indivíduo. Sabe-se que a depressão é uma doença psíquica, em que a bioquímica cerebral é alterada e várias áreas do cérebro "apagam". Pelo fato de não ser tratada como um problema de saúde e também não existir uma maior prevenção desse problema, os índices de suicídio aumentam progressivamente. Ademais, os fatores sociais, como bulling nas escolas, isolamento e baixa autoestima também são fatores agravantes.


Outrossim, ao usar o suicídio como objeto de estudo, para o sociólogo "Emille Durkheim", quando o fato deixa de ser individual e passa a ser social, tornar-se uma anomalia. Por certo, o fenômeno surgido em redes sociais conhecido como "Baleia Azul", no qual jovens de diferentes idades foram motivados assim como ocorreu no século XVIII com a obra de Goethe, causou uma onda suicida por todo o mundo. Observa-se com isso a falta de um monitoramento da família nas redes sociais, jogos e leituras dos filhos.


Em suma, é evidente uma maior preocupação com o suicídio entre os jovens. Desse modo, cabe ao Governo Federal, reconhecer o suicídio como um problema de saúde pública, fazendo investimentos por meio do Ministério de Saúde, trabalhar com a prevenção ao suicídio, disponibilizando psicólogos e psiquiatras, pelo SUS ( Sistema Único de Saúde), não só com seção mensal, mas também com emergência. Além disso, as escolas devem realizar palestras com profissionais adequados, comp psicólogos e rodas de conversa com professores e alunos, sobre os gatilhos sociais que ocorrem no meio escolar, aliado a isso, a família deve observar o comportamento dos filhos e avaliar as pesquisar da Internet, com a finalidade de atenuar esse problema.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!