O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Suicídio entre jovens

No Brasil, o índice de suicídio tem crescido de forma alarmante. Pesquisas apontam que de 2002 a 2012, houve um aumento de 15,3% dos casos de suicídio na juventude, além disso, grande parte desses suicídios foram realizados por pessoas do sexo masculino. E mesmo havendo campanhas contra o suicídio, ainda percebe-se que esta problemática é tratada como um tabu por boa parte da sociedade, ademais, devido aos altos índices suicidas que o país vem apresentando, o mesmo deveria tratar o assunto como uma questão de saúde pública.
Nesse contexto, percebe-se que o autocídio, segundo uma pesquisa realizada pela OMS - Organização Mundial de Saúde, é a segunda maior causa para a morte de jovens brasileiros, responsável por 7,3% das mortes, perdendo apenas para os acidentes de transito. Ademais, existem muitos "gatilhos" que fazem com que o jovem cometa esse ato, como por exemplo: comparação, bullying, sexualidade, superproteção e, no caso dos indígenas, pelas tensões e mudanças sociais sobre seus povos.
Tendo tudo isso em vista, pode-se mencionar a série Thirteen Reasons Why, que trouxe à tona o assunto juntamente com seus gatilhos através da protagonista Hannah Baker, mostrando passo a passo o que levou a personagem a cometer seu autoextermínio. No Brasil, a OMS criou um guia de prevenção ao suicídio online e o CVV - Centro de Valorização da Vida criou a campanha Setembro Amarelo a fim de tornar este o mês de conscientização sobre a prevenção ao suicídio. Porém, essas medidas não são completamente eficazes, fazendo com que os casos persistam.
Portanto, medidas são necessárias para resolver a problemática. De maneira a combater a autoquíria de forma eficaz, o MEC - Ministério da Educação, deve introduzir psicólogos nas escolas, para que trabalhem junto com os coordenadores, dando assim, uma atenção maior aos jovens em idade escolar, onde as taxas de suicídio são maiores. Também, como o problema deve ser tratado como uma questão de saúde pública, o MSF - Médico sem fronteiras, deve dar maior atenção aos povos indígenas, já que o programa oferece psicólogos e os jovens indígenas precisam desse acompanhamento em especial.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!