O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Solidão

Mal estar social na contemporaneidade
O ser humano, desde que nasce até seu leito de morte, busca sempre a felicidade. Entretanto, atualmente, essa sensação tão desejada está sendo, cada vez mais, difícil de ser alcançada, uma vez que aspectos estruturais da sociedade estão em crise. Por conseguinte, o mal estar social predomina no mundo contemporâneo.
A priori, a principal crise estrutural é com o sistema econômico. As contradições do capitalismo estão gerando uma sociedade incoerente com seus valores morais, haja vista que o capital sobrepõe aos pressupostos humanos. Dessa forma, um indivíduo infeliz, por exemplo, que já está alienado por esse sistema, buscará trabalhar muito para ganhar dinheiro na mesma proporção, com intuito de ser feliz. No entanto, quando ele atinge esse limiar, a tendência é ocorrer um retorno ao mal estar, porque ele perdeu muito de sua vida satisfazendo o sistema e só o poder de consumo não lhe trará felicidade.
Ademais, as consequências desse modelo e a concepção filosófica dos brasileiros contribuem para solidão. Como a corrente filosófica do cinismo da antiguidade, os brasileiros estão, paulatinamente, tentando buscar uma felicidade mais individual e privada. Grandes exemplos disso são os aumentos na construção de condomínios fechados e na criação de animais domésticos, porém esse ideário tende a aumentar, progressivamente, a solidão, haja vista que os cidadãos vão se individualizando e deixando de interagir socialmente.
Fica nítido, portanto, que a elevada prevalência da solidão no mundo no Brasil é devido a um sistema econômico contraditório e concepções filosóficas, as quais estão transformando uma sociedade mais individualista e solitária. Dessa forma, para diminuir essa problemática é preciso que, principalmente, a sociedade civil busque o desprendimento dessa concepção filosófica e difunda isso, por meios de veículos de comunicação em massa, com isso, aumentando a mobilização por meio de ONG?S contra às consequências do capitalismo.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!