O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Situação dos idosos no Brasil e no mundo

Em Esparta, uma cidade-estado da Grécia Antiga, a sociedade era fortemente marcada pelo militarismo e respeitava demasiadamente os mais velhos – somente pessoas com mais de 60 anos podiam propor leis. Torna-se válido perceber, entretanto, que tal realidade não foi consolidada, visto que a condição de vida dos idosos tem se tornado cada vez mais precária na sociedade atual. Nesse viés, não há dúvidas de que medidas devem ser tomadas a fim de solucionar essa inercial problemática; a qual advém, sobretudo, do descaso familiar atrelado ao sistema capitalista vigente e acarreta consequências incalculáveis aos idosos.


   Diante desse cenário, faz-se possível relacionar o filme "A Guerra dos Rochas", dirigido por Jorge Fernando, à negligência das famílias no cuidado com os idosos, tendo em vista que tal obra retrata a história de uma senhora mãe de 3 filhos, os quais vivem em crise para decidir onde ela irá viver sua velhice, temendo que algum deles tenham que cuidar dela. Perante isso, infere-se que a falta de apoio familiar configura-se como um meio de adoecimento do idoso, uma vez que cria neles um sentimento de solidão e inutilidade, limitando, dessa forma, sua qualidade de vida.


   Seguindo essa premissa, torna-se imprescindível ressaltar que a deplorável situação da terceira idade traz sérias consequências a eles. Nesse sentido, é válido citar a depressão, tendo em vista que, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 11,1% das pessoas com depressão têm entre 60 e 64 anos, liderando o ranking de pessoas depressivas no Brasil. Ademais, cabe ressalvar que a visão de lucro presente na sociedade fomenta o sentimento de invalidez no idoso, uma vez que restringe sua participação social no mercado de trabalho por enxergá-los como incapazes.


   Portanto, indubitavelmente, medidas são necessárias a fim de aprimorar a situação dos idosos no Brasil e no mundo. Para isso, cabe ao Congresso Nacional, em parceria com o Supremo Tribunal, garantir pragmaticamente a dignidade de todo ser humano – conforme preconiza a Constituição de 1988 –, aumentando o rigor e fiscalização das leis que incriminam a violência física e/ou psicológica contra o idoso, com o intuito de coibir tais práticas. Ademais, é importante que o Ministério de Educação realize a inclusão digital da terceira idade, disponibilizando cursos de informática para que possam se sentir integrados e participativos à "Era digital" que impera no mundo e, consequentemente, tenham uma maior participação social. A partir dessas ações, espera-se que o respeito aos mais velhos presente em Esparta volte a ser um cenário vigente no mundo.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!