ENTRAR NA PLATAFORMA
Saúde mental no século XXI

O poema “Se eu morresse amanhã”,do escritor Álvares de Azevedo,delineia o sentimento que caracterizou a segunda geração do romantismo:O pessimismo.Diversos escritores dessa era,faleceram precocemente, fruto do desgaste mental.De maneira análoga ao passado,a saúde mental dos indivíduos,também, encontra-se debilitada,contudo,atualmente, as raízes desse desgaste mental,estão sendo analisadas.Nesse viés, a sociedade e as redes sociais,é essencial para compreender a saúde mental dos indivíduos no século XXI.


A princípio, urge analisar o corpo social como influenciador das doenças mentais que,acometem os indivíduos.A explicação para essa ação da sociedade é consequência do seu papel formador de padrões desde a antiguidade.Isso porque,de acordo Émille Durkheim,os fatos sociais,são formas de agir que perpetuam-se na sociedade,criando padrões na vida do individuo.Acerca disso,os cidadãos que não seguem tais paradigmas como:O casamento,em diversos momentos são ignorados por seu núcleo de convívio,logo,começam a se sentir insuficiente consigo mesmo e constantemente mostram-se triste com tudo a sua volta.Dessa maneira,observa-se no mundo uma população cada vez mais depressiva com o padrão inalcançável.


Outro fator destacável é a construção do mundo perfeito nas redes sociais, o qual propicia uma baixa autoestima nos cidadãos. Isso ocorre na medida em que, ao entrar nesses aplicativos os usuários deparam-se com postagens perfeitas que,foram selecionadas pelos demais cidadãos com o objetivo de agregar valor ao seu perfil.Logo,isso incita aos demais indivíduos a vontade de construir a mesma imagem.No entanto, de acordo com o portal “Super Abril”,essa busca incessante,pelo padrão perfeito,faz com que as pessoas criem um ideário de vida na sua cabeça,que ao não se concretizar, agrava os casos de transtornos mentais tais como: a ansiedade.Sendo assim,o corpo social urge de projetos que,ajudem os indivíduos a compreenderem os impactos negativos da rede social na saúde mental.


Fica evidente, portanto, que medidas são necessárias para frear os impactos na saúde mental dos cidadãos. Logo, cabe a mídia, com seu papel informativo, promover reportagens em programas como “Fantástico”, na Rede Globo, mediante ajuda de especialistas em redes sociais que, alertem à população os impactos dessas e os transtornos que elas podem causar, com o objetivo de incentivar os usuários a diminuírem seu tempo nesses aplicativos,com o fito de sanar esses transtornos. Além disso,cabe ao Ministério da Saúde,por meio de verbas governamentais,implementar nos SUS(sistema único de saúde),psicólogos que,ofereçam a apoio a população,com o objetivo de os ajudarem a cuidar de sua saúde mental.


 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde