ENTRAR NA PLATAFORMA
Saúde mental no século XXI

        O filme "O lado bom da vida" conta a história de um casal que enfrenta dificuldades psicológicas e que se preparam para um concurso de dança. A princípio, parece ser um pequeno desafio, mas com problemas mentais isso se torna mais complexo. Em face disso, é notório que fora da ficção não é diferente, visto que uma parcela da sociedade enfrenta o mesmo e os danos são graves para o ser humano. Por isso, é relevante uma análise dos aspectos que corroboram essa problemática intrínseca à realidade brasileira, dentre os quais destacam-se o excesso no uso tecnológico e o conceito de "felicidade" em relação às redes sociais como elementos marcantes. 


 


       Antes de tudo, como primeira constatação observa-se que preocupações associadas à saúde mental não apenas existem como crescem a cada dia. Por conta disso, é preciso buscar as causas dessa questão, entre as quais, emerge como a mais recorrente o uso exacerbado da tecnologia. Do mesmo modo, isso acontece, principalmente, em virtude do desenvolvimento industrial e do vício, os quais fomentam no corte das relações interpessoais na atualidade. Outrossim, esses fatores atuam em um fluxo contínuo e favorecem na formação de um problema social com grandes dimensões. Dessa maneira, sem a presença de uma lógica que permita tomar decisões de bom senso, esse empecilho tem sua intervenção dificultada.                                                                                             


       Ademais, outro ponto que merece atenção está relacionado às consequências geradas por esse contexto. Como efeito negativo desse male está a ilusão de "felicidade" nas redes sociais. Ainda mais, tal situação ocorre devido à mudança sentimental presente nas pessoas viciadas na "internet" que tem como produto a competitividade virtual aliada ao falso estilo de vida. Afinal, segundo o sociólogo Emilé Durkheim, os Fatos Sociais determinam a maneira de agir e pensar. Assim, eles obrigam cada cidadão a se adaptar às regras da sociedade. Com base nisso, os padrões estabelecidos podem originar transtornos psíquicos e, por conseguinte, levar alguém a depressão. Logo, trazer à pauta esse tema e debatê-lo amplamente aumentaria a chance de atuação nele.                                           


       Portanto, medidas são necessárias para conter o avanço desse quadro. Para tanto, cabe ao Governo Federal, que tem como finalidade regrar e organizar a sociedade, por meio da aprovação no Congresso Nacional, desenvolver palestras em todos os municípios sobre como controlar o vício tecnológico e mostrar os benefícios das relações interpessoais, com a presença de psicólogos para atenderem cada cidadão presente, no intuito de corroborar com o retrocesso das doenças mentais, as quais são frequentes no século XXI. Dessa forma, ressalta-se a importância de se amenizar a problemática, pois, como afirmou Martin Luther King: "Toda hora é hora de fazer o que é certo".               

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde