ENTRAR NA PLATAFORMA
Saúde mental no século XXI

     Na série americana "Euphoria", a jovem Rue Bennett, sofre de distúrbios psicológicos, e enfrenta desde a infância o diagnóstico de transtorno de déficit de atenção e hiperatividade. Nesse contexto, os problemas de saúde mental sofridos pela protagonista é a realidade da população no século XXI. Dessa maneira, as interações dos indivíduos esta cada vez mais precária por conta da tecnologia, e a prevalência de um padrão imposto pela sociedade de uma vida perfeita, vem apresentando uma saúde mental crescentemente abalada.
      Em primeiro plano, vale destacar que com o avanço tecnológico as interações dos indivíduos   com os seus semelhantes e o ambiente torna-se mais fluidas e menos concretas. Segundo Zygmunt Bauman,  a sociedade hodierna presencia uma liquefação das relações sociais, que as torna superficiais e incentiva o imediatismo no amor e no consumo. Nesse sentido, como resultado, a ausência de profundidade no contato interpessoal cria um extremo vazio íntimo e emotivo, tornando mais frequente a assiduidade das psicopatologias.


     Ademais, outro fator que colabora para deixar a saúde mental abalada é as redes sociais, um mundo virtual aonde tudo é perfeito. Na série “Insatiable”, a jovem Patty Bladell, após adentrar no universo dos concursos de beleza, via-se obrigada a ter um corpo cada vez mais magro e a manter um sorriso no rosto mesmo quando não estava feliz. Sendo assim, desenvolveu distúrbios alimentares e psíquicos. Desse modo, a população tem permitindo levar pelas aparências e não obvervam os transtornos mentais que são desencadeados.


       Portanto, como medida ampla, o Ministério da Saúde deve incentivar a procura por profissionais. Para tanto, se faz necessário mostrar a população os sintomas de um provável adoecimento mental, por meio da veiculação de conteúdos nas grandes mídias, a fim de esclarecer os possíveis danos que aquele pode causar. Além do mais como ação específica, deve, em parceria com as Secretárias de Saúde, disponibilizar profissionais da área, de modo atender as pessoas e no sentido de diminuir os prejuízos causados pela mídia e por falta de interação social. Somente assim será possível diminuir essas psicopatologias e, ademais, evitar transtornos como em "Euphoria".
 
 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde