ENTRAR NA PLATAFORMA
Saúde mental no século XXI

Na música “Descontrução”, do compositor Tiago Iorque, o tema em questão é a depressão das pessoas frente ao imediatismo do mundo digital hodierno. Entrelinhas percebe-se que o disfarce aparente em redes sociais servia para mascarar a realidade de uma saúde mental fragilizada da personagem da canção , que a levaria, posteriormente , a cometer suicídio. Analogamente a essa obra, a saúde mental no século XXI é uma temática que precisa ser discutida , uma vez que os índices de problemas psicológicos e de suicídios crescem exponencialmente, o que deve preocupar não apenas as autoridades, mas toda a sociedade.


  Vale ressaltar, a princípio, que o Brasil é o país mais ansioso do mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde. Soma-se isso,ao fato de haver 40 mortes por segundo no planeta deevido ao suicídio, conforme relatórios da mesma fonte. Isso se deve ao imediatismo da sociedade contemporânea, aos tabus, por vezes, sobre essa temática e ,dentre outros fatores, ao estímulo de imposição do modelo de “ vida perfeita’ propagado nas redes sociais, influenciado,mais ainda,pelo sistema econômico capitalista. Logo, a criação de “padrões” que,supostamente, levam a felicidade e que , na maioria das vezes, são inalcançáveis, causam uma frustação contínua nos indivíduos , podendo gerar  a depressão.Tal processo já foi teorizado pelo filósofo Shopenhauer, o qual dizia que “O desejo humano de ter é insaciável, visto que quanto mais se tem ou se consegue, mais se deseja obter”. Esse contexto deve servir de alerta as autoridades para que não se agrave


   Outro aspecto que merece destaque, é a importância do auxílio psicológico como forma de tratamento. Apesar do cenário grave, a negligencia governamental é refletido na carência de políticas públicas que ampare as pessoas que sofrem com essas doenças. Além disso, o fato de essas temáticas não serem abordadas como prioridade no Congresso é mais uma prova do descaso político para com esse assunto, quadro que piora a situação de muitos brasileiros dependentes das ações governamentais e contribui para a efetivação dos trechos da música de Iorque à vida real, bem como no último paragrafo em que diz- “ Ela era só uma menina, ninguém notou a sua depressão, seguiu o bando a deslizar a mão, para assegurar uma curtida”,fazendo referência ao individualismo midiático.


  Atesta-se, portanto, que medidas para modificar essa conjuntura brasileira faz-se necessária. Isso posto, o Poder Legislativo deve aprovar uma Emenda Constitucional que proponha o auxílio psicológico gratuitamente nas redes de saúde, com profissionais da área ,capacitados a lidar com problemas psíquicos. Isso deve ser realizado, por meio de debates no Congresso, com  a participação de juristas , psiquiatras e psicólogos , que discutam a importância desses tratamentos nas redes públicas de saúde, com o objetivo de reduzir os índices de suicídio e de depressão e fazer que a música de Tiago Iorque não seja mais reflexo da sociedade brasileira.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde