ENTRAR NA PLATAFORMA
Saneamento básico no Brasil

   A falta de saneamento básico é um problema persistente no Brasil, que pouco se é discutido, exceto em períodos eleitorais onde os candidatos abordam essa problemática com soluções que não se concretizam após as eleições. Nesse sentido, dois aspectos se destacam: o custo financeiro que é causado para o estado e consequentemente para a população, além piora do cenário da falta de saneamento em cidades pequenas e zonas rurais espalhadas pelo Brasil.


  No que se relaciona aos custos causados ao estado, grande parte deles provem da saúde pública, que certamente sofre grande aumento devido ao tratamento de doenças provenientes, da falta de um sistema de saneamento básico eficiente. Dentre elas a Dengue, leptospirose e amarelão, doenças que provavelmente seriam menos comuns se o tratamento do esgoto mais eficiente. Custos esses que poderiam ser revertidos para a melhora do sistema sanitário brasileiro.


Em consonância a isso, esse problema tende a se agravar em cidades menores, e principalmente em zonas rurais, onde se é comum casas sem fossas sépticas além do despejo de dejetos em córregos ou até mesmo a céu aberto. Tal pratica é extremante prejudicial ao solo e aos rios, tendo-se o risco imediato de levar animais á morte, e a redução de água potável, tendo em vista os contaminantes que podem atingir também lençóis freáticos.


Dessa forma torna-se evidente a importância da resolução dessa questão, tendo em vista que a sociedade já sofre as consequências diariamente com a falta de saneamento no Brasil. Para sua resolução, e imprescindível maior investimento governamental na área de saneamento básico, como incentivo na criação de novas tecnologias e implementação das já existentes em áreas que as necessitam, como a construção de fossas sépticas em zonas rurais em casas que ainda não à possuam. Somado a isso é muito importante investir na educação, e na capacitação dos professores, no intuito de formar cidadãos mais comprometidos em garantir a preservação do meio ambiente, e garantir o bem-estar da sociedade como um todo. Além de mais cobrança por parte da população junto aos seus governantes por mais investimento, e da divulgação através dos meios de comunicação da importância do tratamento de água e esgotos.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde