ENTRAR NA PLATAFORMA
Saneamento básico no Brasil

     No início do século XIX havia uma epidemia de diversas doenças, como a febre amarela, que tinha como precursor principal a falta de medidas de saúde pública em locais com um grande contingente populacional. Diante desse cenário, o médico Oswaldo Cruz criou um plano de implementação de saneamento para amenizar a situação. Contudo, mesmo essa proposta tendo sido ampliada, ela ainda não cumpre  efetivamente as funções básicas e não atende toda a população, isso ocorre devido à insuficiência governamental, e como consequência torna o meio propício a doenças. Portanto, é imprescindível a discussão referente ao saneamento básico em solo brasileiro.



   Em primeira análise, está escrito na Constituição que o saneamento básico é um direito todo cidadão, ou seja, quando ele não é cumprido, mostra que o Estado está falhando em sua função. Sob esse viés, no momento em que o governo não oferece infraestrutura adequada que favoreça a implementação de um saneamento básico de qualidade para toda a população, reforça a premissa do escritor Gilberto Dimenstein em dizer que os brasileiros só possuem seus direitos garantidos no papel e não na prática. Dessa forma, por causa da negligência por parte das autoridades a sociedade tem prejuízos.



     Em segunda análise, entre as diversas consequências da falta de saneamento básico, a principal é a incidência de doenças. Nessa perspectiva, quando o ambiente não possui condições adequadas, ele acaba atraindo alguns vetores causadores de doenças, como é o caso da leptospirose, que por sua vez, prejudica a saúde dos indivíduos, podendo levar até a morte. Com isso, assim como já foi apontado pelo filósofo Pico Della Mirandola, é preciso que as particularidades dos indivíduos sejam respeitadas, a fim de que eles possam ter dignidade e tal afirmativa só será possível quando eles habitarem um local que tenha o necessário para que possam ter uma vida sem medo de contraírem doenças.



      Dessa maneira, ao perceber os problemas relacionados ao saneamento básico brasileiro, medidas devem ser tomadas. Portanto, é preciso que o Governo Federal faça acordos com empresas privadas, por meio da redução de parte dos impostos pagos por elas, para que ajudem financeiramente as prefeituras a implementarem de forma satisfatória o saneamento básico em todas as cidades. Assim, quando houver uma união entre os poderes públicos em prol do bem estar da sociedade, as pessoas poderão ter uma vida de qualidade.  

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde