ENTRAR NA PLATAFORMA
Saneamento básico no Brasil

De acordo com o sociólogo Émile Durkheim, a sociedade por ser comparada a um corpo biológico, por ser, igualmente, composta de partes que interagem entre si e adotam uma postura de dependência. De maneira análoga, os casos de falta de saneamento básico no país, podem ser comparados a uma doença, que, como qualquer outra, deve ser diagnosticada e tradada. Nesse contexto, há fatores que não devem ser negligenciados, como o impacto da qualidade de vida implicado por esse déficit e na relação direta nos casos de doenças.


Primeiramente, é fulcral pontuar que a ausência de saneamento básico impacta diretamente diversos setores de qualidade de vida da população. De acordo com a Comissão de Serviços de Infraestrutura, 48% da população brasileira não têm coleta de esgoto, o que implica diretamente no modo de vida dessas comunidades, visto que estão expostas a diversos problemas sanitários decorrentes da exposição direta aos resíduos orgânicos. Dessa forma, é urgente a necessidade da implantação do saneamento básico em todo o território nacional.


Além disso, é imperativo ressaltar que, em áreas desprovidas de tratamento de esgoto, o número de doenças sanitárias é muito mais presente que em áreas urbanas desenvolvidas. Prova disso está em dados fornecidos pelo Ministério da Saúde, os quais comprovam que a diarreia é o sintoma mais recorrente em pronto atendimentos do país. Tais dados estão diretamente relacionados com o déficit de saneamento no país, sendo maior em áreas da região Norte e Nordeste.


Portanto, é mister que o Estado tome providências para superar o impasse atual. Para que haja a implantação do saneamento básico em todo território nacional, é essencial que o Governo Federal, junto ao Ministério da Saúde faça um levantamento das áreas mais prejudicadas por meio de pesquisas, a fim de identificar as regiões com mais índices de doenças derivadas da precária situação sanitária. Dessa maneira, o Governo poderá erradicar de forma gradativa esse problema e implantar o saneamento em áreas de urgência. Desse modo, segundo a comparativa de Durkheim, tais medidas configuram-se como uma cura para a atual doença da sociedade.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde