O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Rolezinho

O preconceito racial entranhado na sociedade brasileira, agora tem mais um aliado. O "flash mob" ou rolezinho( como fora popularmente traduzido no Brasil), é uma atividade programada via redes sociais para jovens se encontrarem em locais públicos como parques e shoppings. Como o padrão de aceitação dos idealizadores desses eventos não envolve negros, barram qualquer um que tente ingressar ao local de realização dos eventos.
Ninguém é obrigado a mudar seus pensamentos íntimos, mesmo que sejam pensamentos racistas como o dos participantes dos rolezinhos, mas manifesta-los publicamente é crime e deve ser tratado como tal. Locais públicos como shoppings e parques são de livre acesso a todo cidadão, e acarreta pena de prisão e/ou multa a qualquer indivíduo que prive outro ser humano deste direito, principalmente se, por motivos raciais.
Geralmente, quem organiza os encontros, divulga um limite de entradas e reservas, alegando que a superlotação deve ser evitada por potencializar os riscos de acidentes como o da boate em Santa Maria. É neste contexto que as vagas são esgotadas pelos "seletos brancos", enquanto o negro sempre é barrado; seja online ou na entrada do evento.
Segundo Thomas Hubbes, o estado deve estabelecer um contrato social, ocupando a posição de intermediador de conflitos populares. Desta forma, o governo brasileiro precisa intervir nos 'flash mob's", tomando providências para que estes englobem todas as etnias. Em caso de insucesso, a solução é proibir os encontros programados em locais públicos, bem como implantar penas severas a todos que descumpram a lei.

*** OBS: Senhor corretor, favor não considerar o número de linhas como insuficiente, pois transcrevi a redação do meu caderno, onde totalizei 28 linhas corridas. Desde já agradeço!
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!