O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Retrospectiva - Tema de Redação ENEM (2014): Publicidade infantil em questão no Brasil

O modelo econômico imposto no mundo desde o fim da baixa idade média é o capitalismo, que se baseia na relação de mercado, ou seja, compra e venda. Adam Smith, pai da economia moderna, propõe em sua teoria que há uma "mão invisível" que guia todas as relações de mercado com base na teoria de oferta e demanda, segundo ele o mercado se auto regulamenta sem necessidade de intervenção estatal.


Consequentemente, com o passar dos séculos e com a disseminação do sistema capitalista neoliberal, mecanismos foram desenvolvidos para agir nessa relação de Comprador e vendedor, e um deles é a publicidade. A propaganda é a ferramenta da qual o vendedor se utiliza para convencer o comprador de que vale a pena trocar seu dinheiro pelo produto. Entretanto, quando se trata de um alvo que não tem noção das relações de mercado e da valorização do capital na sociedade, esta forma de persuasão fica muito simples, o que ocorre no caso da publicidade infantil. Crianças ainda não têm a capacidade de ponderar decisões sobre o que precisam e o que desejam comprar, até mesmo porque seus pais suprem suas necessidades financeiras de fato vitais, logo qualquer coisa que as agrade minimamente serão consideradas extremamente necessárias pelas mesmas, não tendo noção de preço do produto.


Ademais, com o avanço da tecnologia e dos meios de comunicação, qualquer tipo de campanha publicitária é muito bem viabilizada, atingindo um público alvo cada vez mais abrangente, qualquer um hoje em dia tem acesso às plataformas digitais de publicidade, inclusive o público infantil. Existem canais no youtube direcionados apenas para crianças, nos quais os influenciadores têm total liberdade de divulgação e marketing de determinadas marcas e produtos, agindo diretamente na construção da noção de desejo e de consciência de consumo. Os responsáveis pela educação destas crianças, na maioria das vezes os pais, permitem o acesso a esse tipo de conteúdo como forma de entretenimento, deixando assim seus filhos vulneráveis a qualquer tipo de anúncio e manipulação psicológica.


Portanto, para que os impactos negativos que a publicidade infantil tem na formação das crianças sejam amenizados, é necessário que haja uma movimentação do Ministério da Publicidade e Propaganda com campanhas midiáticas de conscientização da publicidade infantil com a participação de psicopedagogos, com direcionamento para os pais fiscalizarem e dificultarem a relação de seus filhos com estas manobras publicitárias. Em uma visão geral, o Estado também teria sua colaboração, através do Poder Legislativo, sancionando uma lei de regulamentação e fiscalização para controlar a influência do mercado capitalista neoliberal com relação à publicidade infantil, contrariando assim a teoria neoliberalista de Adam Smith, permitindo a intervenção estatal no mercado, pois se trata não somente de relações de consumo, mas sim de relações humanas e da formação de futuros consumidores conscientes.


Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!