O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Retorno das doenças erradicadas

Segundo o filósofo Platão, " o importante não é viver, mas viver bem". Destarte, é perceptível que certa parcela da sociedade consegue ansiar tal máxima, haja vista que estão sofrendo com doenças que haviam sido erradicadas. Essa conjunção vem ocorrendo por inúmeros fatores que estão atrelados tanto com a globalização quanto com a incompetência do Governo em prover conscientização adequada.


A priori, é imperioso ressaltar que dados do Ministério da Saúde mostram que a, aplicação de todas as vacinas do calendário adulto estão bem abaixo da meta no Brasil. Entre as crianças, a situação não é muito diferente em 2016, apenas a BCG, que protege contra a tuberculose e é aplicada ainda na maternidade, atingia a meta de 90% de imunização. Em meio a isso, entende-se que a incompetência do Governo ao conscientizar a população enfatizando a periférica, vem ocorrendo desde a Revolta da Vacina no Rio de Janeiro. Por conseguinte, doenças tanto bacterianas quanto virais estão reaparecendo no país sendo assim algo que deve ser analisado e que se torne mais notável a importância e a real consequência da causa.


Cabe mencionar, ainda, que a negligência não é só do Estado, mas também da comodidade da sociedade para com as doenças erradicadas. Exemplo disso foi o ocorrido em Minas Gerais, onde relatou-se uma epidemia de febre amarela que levou inúmeras pessoas irresponsáveis ao desespero por não ter vacinado, de modo que foram capazes de gerar filas enormes nas localidades de imunização.


Em suma, faz-se imprescindível a premência de medidas para combater o problema supracitado. Para isso, concerne ao Ministério da Saúde juntamente com as escolas e universidades boas aulas de biologia enfatizando a importância que a vacinação possui para fortalecer o sistema imunológico. Com isso, contribui para formar cidadãos mais bem informados sobre tal assunto. Ademais, cabe ao Poder Público conscientizar por meios de campanhas midiáticas, juntamente com os agentes comunitários das prefeituras, todas as áreas sobre a importância da vacinação de doenças erradicadas ou não. Garantindo assim, que a, população estejam devidamente protegidas e bem orientadas.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!