O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Retorno das doenças erradicadas

Promulgada pela ONU EM 1948, a Declaração Universal dos Direitos Humanos garantem a todos os indivíduos o direito à saúde e bem estar social. Entretanto no Brasil o retorno retorno das doenças erradicadas, devido a falta de vacinação, se contrapõem a tais direitos, tendo em vista a disseminação de fake news e a falha Estatal como responsáveis de tal problemática.


É cabivel salientar que segundo o filósofo iluminista Thomas Hobbes, o homem é o lobo do homem, nesse sentido a sociedade é prejudicada por ações cometidas por ela mesma, tendo como exemplo a disseminação de fake news a respeito das vacinas, que levou doenças irradiadas como sarampo, e rubéola torna-se a aparecer devido a crença em mitos e pseudociências estarem sendo transmitidas em redes sociais e blogs.


Além disso, é possível apontar o poder executivo como um acentuador de tal problemática, uma vez que a escassez de vacinas é consequência da falta de planejamento e investimentos do Ministério da Saúde. Tendo em vista que no ano de 2018, segundo o Programa Nacional de Imunizações, cerca de 9 vacinas ofertadas pelo SUS, apontaram queda de sua cobertura, uns dos motivos foi devido a quantidade insuficiente de vacinas nos postos e hospitais públicos, o que afeta prejudicialmente o sistema de saúde brasileiro.


Nesse sentido, é necessário que o Ministério da Saúde promova o aumento da quantidade de vacinas e o campo de disponibilização, a partir do apoio de hospitais universitários e alunos voluntários, junto a médicos e enfermeiros públicos, formando equipes que atuem em áreas isoladas do Brasil, para que possa ampliar a democratização e acesso às vacinas. Além disso, é necessário que a mídia se solidarize, fornecendo campanhas publicitárias que divulgue a funcionalidade e importância da vacinação, a fim de combater e desmoralizar as fakes news já disseminadas. Tais ações poderão resolver a questão da volta de doenças erradicadas e por consequência a melhora da saúde pública do país.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!