O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Reforma trabalhista no Brasil

Para o cientista alemão Karl Marx, a sociedade é marcada por uma infindável luta de classes, entre a massa trabalhadora e a burguesia. A partir deste contexto, é possível verificar que as recentes reformas trabalhistas ocorridas no Brasil, como a terceirização de todas as esferas de trabalho, e o aumento da jornada laboral, simplesmente regridem as conquista adquiridas desde a Era Vargas e beneficiam os detentores do meio de produção.
Propondo um governo positivista, o atual presidente brasileiro formula uma série de propostas que tendem ao liberalismo. Tal modelo político-econômico propõe um distanciamento do Estado na condução econômica do país, que fica a mercê do capitalismo selvagem, e neste caso, favorece a disparidade e sufocamento da parcela trabalhadora brasileira.
Outrossim, com o intuito de estimular o crescimento de postos de trabalho, facilitando as contratações e diminuindo a burocracia, as medidas do executivo também intensificam uma outra teoria de Karl Marx: a mais-valia. Nesta, os empresários lucram ao máximo a partir do excedente gerado pelo trabalho executado e não tributado. A mais-valia penderá a crescer devido a decretos discretamente opressores, como o direito de acordos coletivos trabalhistas, que permite reformulações das leis laborais no funcionamento privativo de empresas.
Dessarte, torna-se evidente que a plataforma sócio-política-econômica brasileira deve objetivar melhorias para os trabalhadores. O executivo, ao lado do legislativo, devem implementar medidas que diminuam a imensa tributação que circunda os registros de trabalhistas, e acima disso, tem o dever de proteger os direitos já instituídos. Os sindicatos e a mídia precisam manter-se unidos, promovendo mobilizações sociais, respaldadas juridicamente, e por fim, a sociedade tem o dever de atentar-se às propostas e revindicar quando estas forem prejudiciais em relação ao coletivo.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!