O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Reforma trabalhista no Brasil

Isonomia invertida
Em meados do século XX, o Brasil vivencia uma de suas mais celebres épocas: a era vargas. Uma vez que a diminuição da jornada de trabalho, a instituição da carteira assinada e o direito a pensões e aposentadorias justificam o pressuposto. No entanto, é averiguado na configuração hodierna a tentativa de reformas trabalhistas que distorcem a constituição. Seja por corolários de recentes crises econômicas0000 seja por fins lucrativos.
À princípio, é evidente que o último declínio econômico trouxe sequelas crucias para a sociedade. Não obstante, a reforma que viria para quebrar o paradigma resultou no aumento significativo do número de desempregados no país. De acordo com o IBGE, nos últimos meses, mais 10% da população brasileira encontrava-se em desocupação. Logo, é notória a configuração negativa que a hermética traz para a sociedade.
Sob outra ótica, a reforma trabalhista é tida como dilaceradora da dignidade humana. Isso se deve ao aumento da jornada de trabalho e a autorização de empresas na demissão em massa de trabalhadores. Nesse âmbito, Karl Marx já dizia que a diferença do valor produzido pelo proletariado e adaptado ao patrão seria a base de lucro do sistema capitalista, pondo assim, a classe marginalizada como a principal comprometida do enredo. Desse modo, posto que tais medidas são distorcedoras do princípio de isonomia constituído pela lei, intervenções governamentais fazem-se necessárias.
Infere-se, portanto, que a emenda trabalhista necessita ser reformulada. Logo, cabe ao Estado, como poder público, maiores investimentos em infraestruturas econômicas, sociais e produtivas, de forma que proporcionem a dinamização do mercado interno e a paridade na importação e exportação de mercadorias, afim de diminuir o elevado índice de desemprego e estabelecer o equilíbrio à população. Similarmente, é mister que o Governo Federal, em reuniões com a câmaras dos deputados, faça uma avaliação rigorosa do projeto em vigor que viola a constituição, com o propósito de designar o princípio de isonomia entre patrão e funcionário e oferecer melhores condições de trabalho à sociedade canarinha. Assim, alcançaremos o lauto e construiremos um país cada vez melhor.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!