O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Reforma do Ensino Médio

A escola tem como principal objetivo o ensino do conhecimento científico, tornando a relação entre aluno e professor uma troca de ensino e valores. No entanto, a reforma que já é discutida desde 2013 se arrasta por todos esses anos, mostrando que pode comprometer essa relação, devida as mudanças bruscas no ritmo, calendário e rotina do aluno e professor. Com tudo, sabe-se a deficiência que o ensino brasileiro vem apresentando, necessitam de medidas que devem ocorrer a fim de beneficiar os alunos e docentes, almejando resultados na conclusão dos jovens.
Primeiramente, a reforma na área da educação é algo que impacta milhões de brasileiros, não só estudantes, precisando ser vista com cautela. O Governo Federal e o Ministério da Educação tiveram atitudes imaturas, inserindo a discussão do tema através de um projeto de emenda constitucional, tornando uma reforma que é discutida há 10 anos em uma PAC. A situação é tão embaraçosa que o anuncio das reformas feita pelo ministro da educação foram desmentidas pelo Presidente Michel Temer um dia após o informado.
Há quem diga, que o ensino médio brasileiro pode continuar como está, no entanto, sabemos que ele é meramente ilustrativo. Conforme analisamos o rendimento e progresso dos alunos da rede pública, concluímos que existe apenas um caráter de transição na formação do aluno e não de terminalidade, não dando à opção de conclusão e profissão através do certificado, lhe permitindo apenas o ingresso a faculdade através do vestibular, que no Brasil são concorridos e acabam que muitas vezes frustrando os jovens.
Uma vez que aprovada a reforma e implantação do novo ensino médio, teremos uma melhoria na formação e capacitação profissional dos estudantes. Logo, veremos uma ascensão desses jovens ao mercado de trabalho. O engessamento das 13 matérias da grade curricular é muito fantasioso e acaba que não atraindo os jovens, que procuram entretenimento fora da escola. Consequentemente, depois da aprovação da reforma poderemos julgar as medidas que terminaram em êxito dando uma saída promissória aos adolescentes do país.
Portanto, fica claro as futuras melhorias que podem ocorrer em consenso de todos os envolvidos com a Educação brasileira, e não através de uma medida provisória. Por conseguinte, vemos que o papel da sociedade e dos jovens para essa reforma é importante, para fins onde haja benefício a todos deve se debater o tema com líderes dos estudantes, docentes envolvidos diretamente com a reforma e o Ministério da Educação. A exclusão de alguma das partes desse sistema importante que é a educação, pode culminar em agravos que irão empacar o desenvolvimento educacional brasileiro.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!