O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Reforma do Ensino Médio

 Segundo Louis Bonald,a cultura forma sábios,e a educação,homens.Em vista disso e em consonância com o modelo keynesianista vigente,que visa a garantia do bem estar social por meio de serviços gratuitos como o SUS,o governo aprovou mudanças no ensino médio,a fim de melhorar o atual sistema de ensino público.Todavia,em uma análise crítica dos elementos que compõe a proposta,pode-se concluir que,embora apresente pontos positivos,há certos aspectos contraditórios e portanto,negativos.
  Primeiramente,a facultitade das matérias ,apesar de flexibilizar a aprendizagem,não condiz com as exigências do vestibular,que continuará a requisitar todo o conteúdo.Por conseguinte,a educação de forma heterogênea beneficiará estudantes de escolas que abordem mais temas,no próprio sistema governamental.Ademais,no contexto neoliberal,que prioriza o privado em detrimento do público ,privilegia os que possuem condição de custear colégios particulares.Além disso,permitir que o conhecimento seja transmitido por pessoas apenas de notório saber,sem a necessidade da formação específica do mestre,prejudicará tampouco a aquisição de conhecimento como desvaloriza o professor,sendo assim,prejudiciais á educação.
  Apesar disso,a modificação em relação ao período,que será integral,é um avanço ,porquanto o tempo de permanência do jovem na escola ao invés de exercerem outras funções como trabalhar ou uma possível corrupção em atividades ilegais ,pode estimular no ingresso ao ensino superior.Tal fato,pode auxiliar principalmente a parcela desfavorecida no competitivo mercado de trabalho ,e por conseguinte,melhorar suas condições.Porém,é necessário visar a qualidade ,haja vista que terá menos conteúdo didático,a escola pode exercer tambêm atividades relacionadas ao estímulo cultural,como dança e teatro.
  O novo ensino médio,portanto,pode ser revisto.Inicialmente,o governo deve continuar a exigir a formação acadêmica do professor e a oferecer todas aa matérias,a fim de garantir o saber homogêneo e o respeito com o educador.Além disso,em parceria com o setor privado,como empresas,pode investir na diversidade e abordagem cultural dos colégios e ampliar pagamento de bolsas para estudantes de baixa renda,para a dedicação ao estudo.Por fim,ONGs podem auxiliar por meio de programas de incentivo à leitura,por exemplo,redistruindo livros doados pela sociedade.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!