O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Reforma do Ensino Médio

É notório que a qualidade no ensino do Brasil vem sofrendo recessões há tempos, fomentando cada vez mais o desejo de mudança. Como resultado, recentemente, o presidente Michel Temer elaborou uma MP ? medida provisória ? com o intuito de formular um novo Ensino Médio e contornar a situação vigente. Entretanto, esta sofreu bastante descontentamento dos secundaristas por apresentar alguns empecilhos a serem enfrentados, como por exemplo: estudo integral, formação específica e profissionais parcialmente desqualificados.
Em nosso país o jovem é permitido trabalhar, legalmente, a partir dos 14 anos no turno oposto ao colégio. Sendo assim, comumente encontramos adolescentes inseridos no mercado de trabalho, seja por vontade própria ou para contribuir com as despesas familiares. Deste modo, compreende-se que em nossa realidade a profissão é uma necessidade real de muitos deles, tornando impossível um estudo em período integral. Posto isso, as taxas de evasão podem se elevar, indo contramão a ideia inicial do Estado de favorecimento a população com as alterações. Contudo, há medidas que podem se tornar benéficas para os mesmos.
De fato, nem todos possuem os mesmos prazeres e identificam-se com os mesmos assuntos. Logo, a instauração de uma formação específica é de grande relevância, levando em consideração que o secundarista poderá reaproveitar matérias ao ingressar ensino superior. Além disso, a inserção de um ensino técnico e profissionalizante auxilitária aqueles que precisam de emprego, possibilitando-os trabalhar enquanto estudam. Conquanto, as redes públicas carecem de um ambiente essencial para tais mudanças, tornando-as escassas em qualidade.
Outrossim, permitir profissionais com ?notório saber? na área é extremamente preocupante. Com a ausência de requisitos mais rigorosos, a adesão de instrutores sem qualificações na área pedagógica pode levar a mais retrocesso na educação. Pois estes não possuem o devido preparo como um professor licenciado. Portanto, é imprescindível que todos sejam realmente capacitados.
Em virtude dos fatos mencionados, deve-se reverter o status quo no que diz respeito a educação brasileira. Em vista disso, o Ministério da Educação deve pensar naqueles que veem de famílias menos abastadas e criar uma Bolsa Permanência para que evasões não se tornem um problema. Além do mais, a ajuda financeira por parte do Governo Federal, nos primeiros anos, deve ser compatível com as modificações. Assim como, requisitos mais rigorosos em relação aos docentes devem ser exigidos pelos estudantes, para que todos estes possam ter acesso a uma boa educação.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!