O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Reforma da previdência social

Prescindível ou necessário?
Nos últimos meses, muito se tem comentado e debatido sobre a reforma da Previdência Social. Desde o ano passado, quando foi proposta a reforma, muitos se posicionaram a favor, argumentando que esta se faz necessária diante do atual e caótico quadro econômico do Brasil. Por outro lado, estão os que se opõem, dizendo que não devem ser diminuídos os gastos com a Previdência, pois será muito prejudicial à população.
A aposentadoria no Brasil, depende dos anos de contribuição do indivíduo ao INSS. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC), prevê o aumento do tempo de contribuição necessário para ter direito a aposentadoria. Nos últimos anos, a Previdência social não está conseguindo se sustentar sozinha, e para cobrir os gastos que ela trás, o Governo, ao longo de cada ano, vem enfrentando um grande déficit nas contas públicas. Além disso, estima-se que, para que uma pessoa se aposente, é preciso que nove estejam contribuindo.
A PEC, se aprovada, causará descontentamento e indignação a grande parte da população e será prejudicial àqueles que planejavam e sonhavam com a aposentadoria, pois, irão recebê-la muito depois do que pretendiam. No entanto, é necessário que a previdência caminhe sozinha, e dê conta de cobrir seus próprios gastos, pois a função do Governo é apenas a de administrá-la. Dessa forma, a Reforma da Previdência Social é um ''mal'' que se faz necessário diante da crise que o Brasil vem enfrentando, para que o mesmo, ao invés de ter gastos com a Previdência, invista em outras áreas, como saúde e educação.
Assim sendo, pode-se concluir que a reforma da Previdência é imprescindível para que o Brasil fique em dia com suas contas e volte a crescer. Deste modo, é preciso um maior esclarecimento da população para que, assim, entendam que é melhor uma reformulação hoje, do que um fracasso do Governo amanhã.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!